08/12/2016 - 13:25
Natal em terras de solidão: a proposta obscura de Romanelli

Artista fecha o ano de 2016 com o lançamento do EP "The Devil Songs" e seu principal<br/>single, "Black Christmas"

Caracterizado pelo synthpop, o primeiro extended play de Romanelli, "The Devil Songs", que será composto por três volumes, reforça a essência peculiar e polêmica do artista, como na canção "Soprano", que retrata a realidade dos que vivem dentro de um corpo que não coincide com sua identidade.

Neste trabalho, Romanelli deixa clara a sua admiração por aqueles que têm a coragem de ser o que querem independentemente da opinião da sociedade. "Os três volumes do projeto trazem canções autorais e também versões de outras que
embalaram os anos 80 e que me serviram de inspiração, de bandas como Dead or Alive, Yazoo, Sigue Sigue Sputnik, Simple Minds, entre outros", conta o artista. Os dois volumes seguintes, a serem lançados em 2017, terão respectivamente estilos technorock e housedark, com letras abordando psicoses físicas e mentais e também questões metafísicas.

"Black Christmas", canção presente neste EP e que foi a escolhida para ganhar um videoclipe, critica fortemente o conceito do Natal nos dias atuais. Nela, destaca-se a perda da comunhão nos relacionamentos, em troca de um consumismo desenfreado e o acobertamento da verdadeira realidade emocional dos que estão sentados à mesa apenas por conveniência. Neste vídeo, Romanelli interpreta a faceta de três personas e também expõe uma aversão
explícita ao significado tomado para esta data comemorativa.

O disco "The Devil Songs" está disponível para audição e download em todas as plataformas digitais do artista. Já o videoclipe de "Black Christmas" pode ser visto em sua página oficial
no Facebook e também no Youtube.

Website: http://www.romanellinow.com





Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.