03/05/2016 - 14:17
Muitas perguntas, poucas respostas!


O que podemos dizer das coisas inexplicáveis que nos acontece ao longo de nossas vidas? Será que são apenas coincidências?Podemos afirmar que tudo está no automático? Você já passou por uma situação que pareceu conhecida?Será que o que estamos vivendo hoje, são nossas escolhas?

Muitas perguntas, porém, quase nada de respostas, a vida é pra ser vivida e intensamente no agora, no presente, o que passou não voltará jamais, a menos que viajássemos no tempo, se fosse possível! Diz a física quântica que é possível sim! Teorias a parte, digamos que o universo está em seu devido lugar todos os dias, o amanhecer, o anoitecer, época de frio, de calor intenso ou ameno. Assim, passamos pela vida como expectadores, ou atuamos intensamente, lutamos e nos digladiamos, em uma batalha imensa, brigamos por coisas inúteis, nos incomodamos com bobagens, esquecemos de viver.

Se ao menos pudéssemos entender os desígnios de nossa criação! O que viemos fazer aqui? Que objetivo está por trás de nosso nascimento? Quantas perguntas nenhuma resposta! Digamos que por nossa imaturidade espiritual não nos é permitido essa sabedoria, poderíamos nos perder, tamanha nossa arrogância e prepotência humana. Nossa breve existência poderá ser pautada por grandes conquistas espirituais, por amadurecimento, ou imensas quedas. Perceba que ao chegar ao limiar de sua volta ao lar, você poderá estar mais terno, mais singelo, menos exigente consigo mesmo e com os outros, dêem as suas vidas tranqüilidade, não sofra pelo que não vale à pena, independente de suas crenças religiosas, a volta será para todos.

Aproveite cada minuto dado de presente nessa passagem terrena, procure viver um dia por dia, dentro de padrões morais e éticos. Não discuta, não julgue, olhe cada um ao seu lado e veja em profundidade que há um ser divino latente. Procure o lado bom de tudo e de todos, perceba que na vida podemos aprender muito com a dor, e que por mais terrível que possa ser um momento, é apenas um momento, ele vai passar, seja sábio e aproveite cada obstáculo como aprendizado para dias melhores.

As moradas podem ser muitas, as escolhas para alcançá-las poucas, porém, não pense você, que dizer-se religioso ou ateu, será diferença, mesmo porque, o templo é intimo, não há compartilhamento, é uno com ele, com o criador.

O ser divino existente em cada criatura é inato, você querendo ou não, você acreditando ou não, esse poder não é seu, apenas ao descobrir nosso real objetivo existencial, descobriremos nosso intimo divino, e conseqüentemente nosso templo, onde poderemos retornar a morada de onde em algum momento nos deixamos cair.  







Deixe seu Comentário

Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.