26/09/2016 - 09:41
A difícil missão de fazer a coisa certa

Pesquisa eleitoral


Hoje, a Gazeta de Votorantim publica o resultado da pesquisa eleitoral que encomendou, por meio da Editora Provocare.

Foi tomado todo o cuidado ao buscar um instituto de pesquisa para fazer esse importante trabalho. Era necessário que a empresa tivesse uma história de bons serviços prestados, que seu curriculum atestasse a obrigatória seriedade e que a moral e a ética fossem os princípios do instituto de pesquisa.

Ao saber que a Provocare estava disposta a contratar a primeira pesquisa oficial das eleições de 2016, foi procurada pela Datafolha, Ibope, Ipeso e por outras empresas menores, mas não menos eficientes.

Houve uma seleção dessas empresas a partir de critérios rigorosos e a escolhida foi o Ipeso - Instituto de Pesquisa e Estatísticas de Sorocaba, que, além de não ter, absolutamente, nada que a desabone, seu presidente, Victor Trujillo, é um professor de estatística, que transmitiu muita segurança sobre a forma científica que a pesquisa seria realizada.

Quando um veículo de comunicação de cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Sorocaba contrata um instituto para realizar pesquisas, não é percebido questionamentos e muito é feita pressão para que o resultado da pesquisa não seja divulgado. O mais curioso é que a pressão vem de todos os lados.

O que seria para ser orgulho para nossa cidade, por ter um veículo de comunicação que se iguala em seu comportamento e no seu trabalho com os principais veículos da região e até do Brasil, passa a ser motivo de desconfiança.

Na campanha de 2012, um jornal de Osasco publicou em sua primeira página que um determinado candidato estaria disparado na frente na pesquisa e, como se não bastasse, aquele jornal foi distribuído, sem miséria, nos quatro quantos da cidade, para surpresa dos votorantinenses que nunca tinham visto aquele veículo de comunicação na vida.

A verdade é que o resultado de uma pesquisa eleitoral indica uma leitura sobre o período de sua realização. Mostra, por exemplo, qual candidato conseguiu convencer o eleitor com maior eficácia. Pela pesquisa, é possível fazer uma leitura da postura do eleitor, o que ele quer para a cidade, o que ele espera do candidato, se ele acredita no que diz o candidato. Enfim, é um trabalho científico, feito com critério e honestidade.

Nesta edição, junto com a pesquisa, o eleitor conhecerá todos os detalhes da pesquisa. Sua metodologia, período que foi aplicada, quantos eleitores ouviu, como foi feita a consulta, o número de seu registro. Enfim, toda a explicação técnica necessária.

Os eleitores – e os candidatos – poderão a partir do resultado dessa pesquisa fazer uma reflexão mais apurada nessa reta final da campanha eleitoral.

A missão da Gazeta de Votorantim é levar informação séria, bem apurada, com ética e profissionalismo ao cidadão de Votorantim. Publicar pesquisa eleitoral faz parte dessa missão. A Gazeta jamais se furtará de cumprir o seu compromisso com o leitor e com Votorantim. (colaborou Werinton Kermes)

 

Coluna publicada na página 02 da edição 187 da Gazeta de Votorantim de 24 a 30 de setembro de 2016







Deixe seu Comentário

Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.