01/10/2016 - 10:30
Idosos


Se hoje somos idosos é porque já passamos por várias etapas nesta existência. Como todo ser, nascemos desdentados, nus e chorando, independente das condições que os nossos pais puderam nos oferecer. Assim, como Jesus Cristo nasceu numa simples manjedoura, muitos de nós nascemos em corredores de hospitais, em viaturas policiais ou dentro das próprias residências, sob cuidados de parteira e de bondosos vizinhos. Essa fase passou e nos tornamos idosos, sabendo que muitos sequer chegaram a ter uma infância, como a que nós tivemos.

E na juventude, então? As pessoas tomaram rumos diferentes, umas das outras. Uns moraram nos morros e nas favelas, entre conflitos de traficantes e policiais; alguns foram estudar em países europeus ou residiram em confortáveis condomínios.

Tornamo-nos adulto e constituímos uma família. A visão sobre a vida foi se ampliando e as responsabilidades também. Conseguimos repassar aos nossos filhos algumas experiências e condutas que, com certeza, estão sendo úteis para a vida deles.

Mas, uma coisa é certa, se chegamos ao topo da escada é porque conseguimos galgar todos os degraus existentes, independente do grau de dificuldade encontrado. Os idosos merecem o respeito e a consideração da família e da sociedade. Vivemos bem, trabalhamos muito, aprendemos e contribuímos para a ética e a moral do país. Com muito orgulho podem encher o peito e dizer: Somos idosos e daí?







Deixe seu Comentário

Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.