31/01/2017 - 20:32
A experiência pedagógica beneditina em Sorocaba

(Parte 1 de 4)


Maria Aparecida de Lima Madureira *

 

Este texto tem como objetivo narrar a história de uma instituição escolar centenária: O Colégio Santa Escolástica.  Fundado em Sorocaba, no ano de 1905, por religiosas beneditinas alemãs, durante muito tempo foi reconhecido como “escola de meninas”, ou “escola das madres”, no entanto, essas características identificam uma parte da realidade histórica desta escola. O Colégio desde sempre atendeu meninos em seus quadros de alunos, porém, nas primeiras décadas de seu trabalho educativo, as religiosas atenderam um número maior de meninas.  Essas características fazem parte do passado, na atualidade, com um número aproximado de mil alunos há um equilíbrio no número de meninos e meninas atendidos. As religiosas que no início da história da instituição participavam de todas as atividades desenvolvidas na escola, na atualidade permanecem nos bastidores, cuidando de setores burocráticos e administrativos. As atividades docentes e de gestão pedagógica, atualmente, ficam sob a responsabilidade de profissionais leigos. A história da instalação das religiosas beneditinas em Sorocaba remete à fundação da cidade. O bandeirante português Baltazar Fernandes ao criar o povoado, no século XVII, que dará origem à cidade, doa terras a monges beneditinos e recebe em troca assistência religiosa e cultural. O tempo passou e no final do século XIX, o mosteiro de São Bento encontrava-se desabitado, as autoridades religiosas então, sabendo do interesse da Congregação das Irmãs Beneditinas Missionárias de Tutzing (Alemanha) em estabelecerem no Brasil sua ação missionária oferecem o mosteiro em Sorocaba.

Os primeiros tempos das religiosas na cidade foram difíceis, a adaptação com o idioma e com o clima, além da falta de recursos materiais fez com que elas quase desistissem de aqui permanecer.  Em 1908, o Mosteiro de São Paulo auxilia as irmãs a comprarem o antigo Solar dos Lopes de Oliveira, local que sofreu muitas reformas e ampliações e onde está edificado o Priorado de Sorocaba da Congregação das Irmãs Beneditinas Missionárias de Tutzing. O prédio do priorado abriga a Igreja Nossa Senhora do Rosário e o Colégio Santa Escolástica. Irmã Maria Elvira Bassini relata que: “segundo os anais quando as irmãs chegaram ao Largo do Rosário, o terreno adjacente para o lado do Rio Sorocaba, era o “fim da cidade”. Uma rua, agora inexistente, paralela à atual Rua Padre José Manoel, se interpunha entra a agora Casa das Irmãs e a antiga igreja do Rosário que fora construída pela Associação de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos. A igreja era apenas caiada e tinha um coro de talvez 1,50m de largura, de difícil acesso por estreita e mal segura escada. Não havia bancos na Igreja. Labor intenso desenvolveram as irmãs para tornar habitável a nova moradia.”  A história do Colégio Santa Escolástica de muitas maneiras se entrelaça á história da cidade de Sorocaba desde o começo do século XX.


Maria Aparecida de Lima Madureira é doutoranda em Educação pela UNISO.

cidalimadureira@uol.com.br







Deixe seu Comentário

Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.