10/10/2017 - 12:13
Se pudéssemos nos manter criança
 Foto: Arquivo 

Festa da Associação do Parque Bela Vista, em 1990

Como seria bom se a Semana da Criança se estendesse por mais tempo. Nesse momento do ano vemos gestos de bondade dos adultos fazendo uma festa ali e outra acolá, seja nas escolas ou em espaços do bairro. Essa época até parece uma antecipação do Natal, pois todos nos agradam. Isso me faz ver como é bom morar em Votorantim.

Minha família comenta que por vários anos houve o Recreança, no Sesi, um dia de grande festa com os portões abertos, pena que alguns “grandões”, mais para o final do evento, aprontavam e isso inibiu a continuação nos anos seguintes. Tudo bem que hoje tem novidade, o Sesi vai fazer um evento grandioso às crianças e aberto ao público. Oba, eu vou!

Fico me perguntando: Por que a Prefeitura e outros parceiros não fazem anualmente uma grande festa às crianças na Praça de Eventos? Não precisa muito, só shows infantis e muita pipoca, algodão doce e infláveis. Se criança votasse, aí eles fariam né!

Seria uma opção, já que a cidade cresceu muito e não temos tranquilidade para brincar na rua, os adultos aceleram muitos os veículos, estão com pressa. Por que não saem cinco minutos mais cedo de casa?

É até estranho nossos pais nos cobrarem atenção, dizendo que no passado todos se sentavam em volta da mesa para ficar longo tempo conversando e contando causos. Se hoje, eles mesmos, não saem das redes sociais e falam pouco com a gente.

Por falar em redes sociais, nessa semana os adultos ficam no perfil do Facebook postando fotos dos primeiros anos de vida e dizendo coisas do tipo “se pudéssemos nos manter criança”. Triste dizer, mas o tempo deles já passou, essa é a realidade. Então coloquem as imagens da gente, digo dos filhos, com o presente ganho na véspera do Dia das Crianças, mas não vale economizar hein!
Agora vai mais um protesto: Os adultos nos cobram responsabilidades, mas deixem a gente brincar mais. Acabei de ver na Declaração dos Direitos da Criança que temos a nosso favor um montão de coisas, mas liberem o que desejamos priorizar como a comilança, o descanso, os passeios e o recebimento de mais presentes.
Feliz Dia das Crianças para nós e àqueles que ainda tem o seu lado criança de ser.
           
Gustavo Silva, tem 10 anos, é estudante da Rede Municipal de Ensino e filho do jornalista Cesar Silva que escreve semanalmente nesta coluna

 

Coluna publicada na página 13 da edição 239 da Gazeta de Votorantim de 07 a 13 de outubro de 2017







Deixe seu Comentário

Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.