17/10/2017 - 12:46
Ser professor...


Neste dia que antecede o Dia do Professor trago à memória as minhas vivências como professor de crianças. Foram momentos de muita alegria e satisfação. Lembro dos inúmeros nomes que recebia das crianças: professor, tio, Tiago e de quantas vezes repetiam este nome diariamente. Professor parece que tem esse dom de responder, questionar... Ser professor é não se importar em responder sobre o mesmo assunto muitas e muitas vezes!
Lembro das distâncias que percorria para chegar a uma determinada escola e que ao chegar ao destino sempre havia uma criança para me dizer: “Ainda bem que você veio professor, estava com saudades do senhor...”, Por que você não veio ontem? “Ser professor é nunca se sentir sozinho!”
Meu dia a dia, como professor, sempre me proporcionava surpresas. Cada dia uma história diferente, um problema novo, uma dificuldade, uma barreira a ser transposta, um motivo para chorar ou tantos outros para gargalhar. Ser professor é viver novidades diárias...
Diariamente, cuidamos, protegemos os pequenos como se fossem nossos. Todo professor tem um sentimento de pertencimento à sua turma, a proximidade diária acaba por estreitar laços de profunda amizade e extremo senso de companheirismo. Ser professor é doar-se diariamente, como se fosse o último dia...
A criança é um ser iluminado por Deus. Com seu jeito único, consegue proporcionar aprendizado e encantamento a todos aqueles que estão a sua volta. Ser professor é se encantar com um mundo de muitas possibilidades...
Neste dia 15 de outubro e nos demais dias que virão, desejo a todos os professores muito encantamento, muita paz e muitos momentos de alegria...
Sejam reconhecidos pelo maior e mais importante ofício profissional de todos: Ser professor.

Tiago Antonio de Araújo é secretário de Educação de Votorantim

 

Coluna publicada na página 08 da edição 240 da Gazeta de Votorantim de 14 a 20 de outubro de 2017







Deixe seu Comentário

Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.