30/10/2017 - 11:32
Cerca-lourenço Edição 242


Sindicato x Seguridade
Foi publicado em um informativo anuário distribuído aos servidores públicos municipais pelo sindicato da categoria, um ‘alerta’ sobre a intenção da Fundação de Seguridade Social de aumentar a alíquota de contribuição previdenciária de 11% para 14% para os funcionários e para 18% a dos professores. O Sindicato disse, na publicação, que é contra esse aumento e já demonstrou isso em reuniões com secretários municipais e Fundação.

O que diz a Prefeitura
Porém, na quinta-feira (26), a Prefeitura de Votorantim emitiu uma nota à imprensa informando que “no momento não há previsão nenhuma de aumento de alíquota” e que o presidente da Fundação, Wilson Mena, contesta a divulgação do sindicato. “Em momento algum os secretários municipais e o presidente do órgão mencionaram os percentuais contidos na publicação, nem outro qualquer comprometimento em nome da administração municipal, nem sugestões que pudessem dar margem ou origem àquela publicação”.

Sindicato rebate
O Sindicato dos Servidores Públicos de Votorantim manifestou-se na manhã desta sexta-feira (27) contra a nota da Prefeitura. “Nós não admitimos ser chamados de mentirosos”, falou José Carlos Passarelli Neto, advogado do sindicato. Segundo o advogado, um ofício foi protocolado em 12 de janeiro de 2017 pela Fundação no Gabinete Municipal, com a sugestão. “O Sindicato sempre pautou pela seriedade e comprometimento em tudo que está relacionado com os interesses da categoria, principalmente em relação ao déficit na Seguridade”, informou a nota de repúdio do sindicato.

O saldo negativo
A Fundação de Seguridade Social foi criada para arrecadar fundos para aposentadoria de funcionários públicos de Votorantim e iniciou suas atividades no ano de 1997. O déficit atuarial, que hoje soma mais de R$ 500 milhões, foi ocasionado pela falta de arrecadação entre os anos de 1992 e 1996, momento de transição, quando os valores deveriam ter sido ser separados pela própria Prefeitura Municipal e descontados dos servidores.

Eleição na Câmara
Faltando ainda mais de um ano para a eleição que irá definir a nova Mesa Diretora da Câmara Municipal de Votorantim para o biênio 2019-2020, o assunto já tem esquentado os corredores da Casa de Lei.

Candidatos
No grupo da situação, a disputa está acirrada entre o atual líder do governo Lilo (PMDB) e o atual 2º secretário da Mesa e líder do prefeito, vereador Ita (PPS). Lilo já estaria apostando que é próximo presidente, no entanto, segundo alguns legisladores, seu nome não é unanimidade no grupo de situação.

Pesquisa de boca de urna
Se a eleição fosse hoje, e Lilo fosse candidato, haveria chance de um candidato do grupo de oposição conquistar a presidência, desde que esse nome fosse Zelão (PT), que até o momento tem demonstrado uma oposição menos fervorosa.

Não é pré-candidato
Zelão, no entanto, já avisa que não tem essa pretensão. “Ser presidente em ano de eleição é muito complicado. Acompanhei o ex-presidente Marcão Papeleiro (PT) nessa situação e posso dizer que é muito difícil de conciliar, pois a presidência da Câmara requer muita atenção e tempo”, disse Zelão.

Sem partido
Outro pré-candidato estaria correndo por fora. Gaguinho (DEM), desde que foi eleito acha que deve ser presidente da Câmara.

Audiências sobre orçamento
A Câmara Municipal de Votorantim, por meio da Comissão Permanente de Finanças e Orçamento, realizou na tarde da última quinta-feira, dia 26, a segunda Audiência Pública referente ao Projeto de Lei nº 76/2017, que trata do Plano Plurianual (PPA) para o exercício de 2018 a 2021. A primeira Audiência Pública, com o mesmo propósito, foi realizada no 19 de outubro e não houve participação popular. Já na audiência desta semana, duas pessoas da sociedade civil participaram, além de secretários e vereadores.

Novas Audiências
No próximo dia 6, às 19h30, e no dia 13, às 15h, irão acontecer duas novas Audiências Públicas para a apresentação e discussão do Projeto de Lei Ordinária nº 086/17, que estima a Receita e fixa a Despesa do Município de Votorantim para o Exercício de 2018, a Lei Orçamentária Anual (LOA).

Cinco dias de folga
O prefeito de Votorantim, Fernando de Oliveira Souza, decretou ponto facultativo o dia 1º de novembro, quarta-feira, em alusão ao Dia do Servidor Público, celebrado hoje (28). Desta forma, o servidor municipal terá um dia a mais de folga, tendo em vista o feriado prolongado. Conforme o decreto publicado na edição desta sexta-feira (27), a Prefeitura de Votorantim não terá expediente nos dias 1 e 3 de novembro, em virtude do feriado de finados.

Serviços essenciais
Porém, serão mantidos os serviços essenciais, como o Pronto Atendimento Central e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu-192), que funcionam 24 horas por dia. Há, ainda, serviços que funcionam em regime de plantão, como Vigilância Sanitária, Guarda Civil Municipal (GCM), cemitério, coleta de lixo, limpeza pública e outros que não possam sofrer interrupção.

Semana do funcionalismo na Câmara Municipal
A Câmara Municipal não abriu de manhã na quarta-feira (25), pois houve um treinamento funcional para os funcionários com palestra motivacional. E também encerrou seu expediente mais cedo ontem (27), às 13h, para a realização de uma confraternização com os vereadores e funcionários em local não divulgado.

Prefeito recebe honraria
O prefeito de Votorantim, Fernando de Oliveira Souza, recebeu ontem (27), em uma solenidade do Comando de Policiamento do Interior-7 (CPI-7), o Colar Evocativo ao Sesquicentenário da Revolução Liberal de 1842, uma das mais importantes comendas da Polícia Militar do Estado de São Paulo. O evento faz parte das comemorações da Semana Brigadeiro Tobias de Aguiar. O colar, instituído pelo Comando de Policiamento da região de Sorocaba, tem como objetivo homenagear personalidades civis, militares e instituições públicas ou privadas que tenham contribuído com o resgate histórico e o engrandecimento da PM.

Ressurreição do Votoraty
Rumores dão conta que o prefeito Fernando de Oliveira Souza está se esforçando para que o time Votoraty volte à ativa na cidade. As tratativas que empresários estãofazendo com o prefeito já estariam bem adiantadas.

 

 

Coluna publicada na página 02 da edição 242 da Gazeta de Votorantim de 28 de outubro a 03 de novembro de 2017







Deixe seu Comentário

Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.