23/12/2017 - 15:57
Natal


Amados irmãos e irmãs,
Aproxima-se mais um Natal e o evento da Encarnação toca a todos nós e toda criação. Ele se encarna numa gruta – Aquele que nos criou a sua semelhança, agora nasce semelhante ao homem: Deus em pessoa, e não um anjo nem outra criatura. “Ele é o ícone imutável do Pai, o sinal da sua eternidade” (Irineu de Lião). Para muitos mais um feriado sob os efêmeros consumismos que ofuscam a essência de tal festa: “O Filho de Deus tornou-se o Filho do homem para que os filhos do Homem, ou seja, aqueles de Adão se tornassem os filhos de Deus” (Atanásio de Alexandria).
Os homens são frágeis em suas alianças, amizades e compromissos e se esquecem do grande amor revelado em Cristo Jesus – Ele tem tal amor pelas criaturas, que lhes dá o seu Filho único para que este os reconduzam a Ele, a vida eterna e a glória (Jo 3, 16).
O abandono em Belém escandaliza nossas ambições e egoísmos e nos chama a crescer e criar mais estabilidade em nossa vida interior e no compromisso que assumimos como cristãos em comunidade.
A Encarnação é uma festa para nos transformar e celebrar sua mensagem: “Eu disse: sois deuses, sois todos filhos do Altíssimo” (Sl 81, 6).
Aos nossos clérigos, religiosos e leigos queridos um feliz Natal, coragem e bênçãos para 2018.
Com gratidão e bênçãos. Em Cristo vosso servo!

 

+ Dom Theodoro A. C. de Oliveira
Bispo Diocesano/Diocesan Bishop
www.anglicandiocese.com.br

 

 


Texto publicado na página 11 da edição 250 da Gazeta de Votorantim de 23 de dezembro de 2017 a 19 de janeiro de 2017







Deixe seu Comentário

Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.