27/02/2018 - 10:25
Foi aqui onde começou o Grupo Votorantim
 Foto: Divulgação  

Um dos maiores conglomerados empresariais do país teve no então distrito Votorantim, a fábrica de tecidos Votorantim, que se tornou carro-chefe para ampliar investimentos em outros segmentos. Hoje o Grupo Votorantim está presente em boa parte dos estados e em mais de 20 países.

O patriarca português Antonio Pereira Ignácio chegou ao Brasil quando tinha 10 anos e ao acompanhar os passos do pai que era sapateiro, despertou para o empreendedorismo. Viria se casar com Lucinda Rodrigues Pereira Ignácio. Dessa união tiveram Helena, que viria se casar com José Ermírio de Moraes.

Com 16 anos foi estudar engenharia de Minas, nos Estados Unidos. Se formou e voltou ao Brasil. O Comendador Pereira Ignácio sabendo que era um homem de potencial e estudos no exterior, o convidou para trabalhar com ele. O engenheiro José acabou se casando com Helena Rodrigues Pereira, que após a união se chamou Helena Pereira de Moraes.

Com o tempo, José Ermírio além de sua atividade no Grupo Votorantim, se tornaria Ministro da Agricultura e Senador da República, o que implicava a ida constante à Brasília. Sua esposa Helena o acompanhou por muitas vezes nas viagens que fazia de carro. Dessa união, nasceram quatro filhos, dos quais José Ermírio de Moraes Filho foi o que esteve intimamente ligado com as indústrias sediadas em Votorantim. Ele faleceria em 2001 e a cidade perderia o contato mais próximo que tinha com a família gestora do Grupo Votorantim.

Não entrando no mérito da relação patronal e operária, é certo que para incontáveis votorantinenses ao longo de décadas, um único registro profissional marcou a vida de muitos e ali permaneceram até se aposentar.

Puderam ainda desfrutar do convívio das vilas operárias e toda movimentação no entorno das empresas do Grupo, somando o atendimento de unidades escolares, ações esportivas e espaços voltados para o lazer e entretenimento de funcionários e seus funcionários.

O tempo passou e ficou aquela sensação de estar órfãos, já que no passado o Grupo Votorantim era o grande patrocinador da manutenção de prédios e apoiador de ações nos espaços de convivência comunitária.
               
Cesar Silva é jornalista e autor de três livros sobre a história local
Visite a página no Facebook: “Histórias da Minha Cidade –Votorantim”

 


Coluna publicada na página 14 da edição 256 da Gazeta de Votorantim de 24 de fevereiro a 02 de março de 2018







Deixe seu Comentário

Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.