03/04/2018 - 10:54
Pastoral da Juventude garantia formação religiosa e social

Teatro da Paixão de Cristo, em 1991, com Grupo Uva

Os finais de semana eram divertidos e animados para centenas de jovens de Votorantim que estavam espalhados pelas comunidades ligadas à Paróquia São João Batista. Esse período de intensa movimentação dentro e fora da Igreja Católica aconteceu no início dos anos 70 e prosseguiu até o final dos anos 90. Juntos formavam a Pastoral da Juventude, que para uns era conhecida pelas iniciais PJ e a outros carinhosamente PAJU.

Os grupos de jovens organizados em cada comunidade contavam com vinte a quarenta participantes. Além da disposição de estarem presentes na missa, faziam reuniões semanais para formação religiosa e social, além de promover diversas atividades como forma de aumentar a interação entre os jovens do bairro.

Muitas foram as atividades programadas como participações em torneios bíblicos, festivais de teatro e de música, o curso de verão, eventos esportivos como as Olimpíadas da Pastoral da Juventude, visitas a instituições que cuidam de crianças e idosos, o Curso de Verão, esquetes teatrais a ser apresentadas nas missas, participação no encontro regional do Dia Nacional da Juventude, ajuda em ações de outras pastorais e movimentos da Igreja, entre outros.

Os grupos que se mantiveram pelo maior tempo em atividade e que surgiram após a formação do primeiro, chamado São João, da Igreja Matriz São João Batista foram: Christi, do latim significa Cristo (Comunidade São José/Chave); Jesc, Jovens Estamos Seguindo a Cristo (Comunidade São Roque/Itapeva); Joemcri, Jovens em Cristo (Comunidade Bom Jesus/Parque Bela Vista); Jucjs, Jovens Unidos da Comunidade do Jardim Serrano (Comunidade Nossa Senhora Rainha dos Anjos/Jardim Serrano); Juspa, Jovens Unidos da São Paulo Apóstolo (Comunidade São Paulo Apóstolo/Jardim Archila); Juvilan, Jovens Unidos da Vila Nova (Comunidade Cristo Rei/Vila Nova Votorantim); Umcra, União da Mocidade Cristã do Rio Acima (Comunidade Nossa Senhora da Consolata/Rio Acima); Uva, Unidos Vamos Amar (Comunidade Divino Espírito Santo/Vila Garcia); Tujc, Todos Unidos em Jesus Cristo (Comunidade Imaculado Coração de Maria/Votocel) e Tupac, Todos Unidos pelo Amor a Cristo (Comunidade São João Batista/Centro).
       
Cesar Silva é jornalista e autor de três livros sobre a história localVisite a página no Facebook: “Histórias da Minha Cidade –Votorantim”

 


Texto publicado na página 14 da edição 261 da Gazeta de Votorantim de 30 de março a 06 de abril de 2018







Deixe seu Comentário

Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.