21/05/2018 - 10:12
Cerca-lourenço


Mauro vai deixar a Câmara mesmo?
O assunto da semana é a decisão de Mauro do Materiais (PTB): deixar o cargo de vereador; cargo este que 1022 votorantinenses confiaram a ele. Na última quarta-feira, às 12h21 da tarde começou a circular o print de uma conversa entre duas pessoas próximas de Mauro do Materiais. A conversa expunha que ele estaria decidido a entregar o mandato de vereador ao presidente do partido, no caso, seu tio, Silvano Donizetti Mendes.

Alguém traiu Mauro do Materiais (PTB), ao compartilhar conversa no WhatsApp
Da hora do almoço, quando vazou (propositalmente) a notícia, até às 16 horas, havia quem apostasse que se tratava de uma notícia falsa, pois tal atitude não condizia com Mauro do Materiais, pessoa de origem simples e que tem princípios dos quais não abre mão: honestidade, palavra no que diz e no que assume, e mais do que estas virtudes, que deveriam ser de todos, principalmente da classe política, a notícia soava falsa pelo fato de Mauro do Materiais ter honrado os 1022 votos que recebeu nas urnas, em 2016, ao longo deste um ano e cinco meses como vereador.

Políticos são todos Iguais?
Uma de suas falas durante este tempo como vereador é de que seu bem maior seria o de cumprir palavra, coisa que teria herdado dos pais dos quais sempre ouviu que ele não era obrigado a prometer nada a ninguém, mas que se prometesse, teria que cumprir.

Fugindo de tudo e de todos
Na tarde de quarta-feira, assim que a conversa da pessoa próxima a Mauro do Materiais (PTB) foi disparada pelo WhatsApp, ele (Mauro) não mais atendeu telefone. Caio Toledo, secretário da Câmara de Votorantim, foi um dos que Mauro do Materiais se recusou em atender, e a vereadora Fabiola foi outra que insistentemente buscava informação diretamente com o colega do PTB; mas Mauro ignorou as ligações.

Gazeta de Votorantim foi até o vereador

A reportagem da Gazeta de Votorantim, percebendo que se tratava de uma fuga do vereador, para não encarar, naquele momento, a informação que teria sido vazada sem o seu conhecimento, foi até o estabelecimento comercial do vereador, que a princípio achou que se tratava apenas de uma visita para tratar de qualquer outro assunto. Ao ser questionado sobre a veracidade da informação, Mauro do Materiais ficou desconcertado e admitiu a decisão de deixar a Câmara de vereadores de Votorantim. E mesmo com a equipe da TV Votorantim ali, junto com a Gazeta de Votorantim, o vereador não quis se pronunciar e dar sua versão; combinou com a equipe que no dia seguinte (quinta-feira) iria gravar e dizer tudo sobre sua decisão, coisa que não aconteceu mais uma vez, pois Mauro do Materiais (PTB) não cumpriu com o combinado, argumentando que a TV Votorantim já tinha dado a notícia no programa Debate dos Fatos, na noite anterior.

O mistério: história mal contada
O que está por trás da decisão de Mauro do Materiais (PTB) ao entregar o mandato de vereador ao PTB é algo que está dando margem a várias versões nos bastidores políticos da cidade.
Versão 1 – seria uma manobra do governo municipal para trazer Silvano Donizetti Mendes definitivamente ao grupo do governo e ao grupo da situação na Câmara.
Versão 2 – Mauro do Materiais não estaria seguindo as diretrizes traçadas pelo tio e presidente do PTB, e isto atrapalharia as pretensões de Silvano para 2020.
Versão 3- A desobediência de Mauro do Materiais para com seu tio Silvano Donizetti Mendes estaria causando problemas de relacionamento familiar, e isto poderia prejudicar os negócios, uma vez que um dos filhos de Silvano é sócio de Mauro na loja de materiais.
Versão 4 – Mauro não estaria confortável com as desconfianças de alguns em relação à ampliação que está fazendo em sua loja de materiais de construção no Jardim Clarice, uma vez que com a ampliação, a loja passa a ter três vezes o tamanho que tem hoje.
Versão 5 – Silvano Donizetti Mendes estaria sendo coagido e pressionado por membros do PTB a pedir para que Mauro do Materiais deixasse o mandato, pois sua relação com o governo não possibilitaria nenhum tipo de negociação, principalmente de cargos. E essa independência do vereador Mauro do Materiais (PTB) em votar apenas quando ele entendia que era positivo à população, estaria fechando várias possibilidades de mais PTBISTAS fazerem parte do Governo Fernando Oliveira Souza (DEM).
Versão 6 – É tão absurda que esta coluna se nega a comentar, uma vez que fere princípios morais e familiares.

Vizinho diz que isto não pode ser verdade
Um morador do Jardim Clarice e eleitor de Mauro do Materiais (PTB) ligou no final da tarde de quarta-feira para saber se os boatos que estavam correndo no bairro procediam, uma vez que ele (morador) tinha ido até a loja de Materiais, e um funcionário da loja disse que tudo não passava de boatos, pois ele trabalhava há anos com Mauro e sabia que seu patrão jamais iria causar tamanha decepção aos moradores do bairro que o acolheram há mais de vinte anos.
 
Buscou informação na Gazeta de Votorantim
Não convencido, o morador, que está no bairro desde antes da família Mendes, decidiu confirmar com a Gazeta de Votorantim, e ao ter a confirmação, disse estar diante da maior decepção política de sua vida, “...pois a política é só o que a gente vê na televisão todos os dias. Este menino Mauro, que é pessoa do bem, trabalhador honesto, querido por todos no bairro, faz um negócio deste? Acreditar em quem?”
O morador, pediu para não ser identificado, pois é muito conhecido no bairro e disse que quer falar tudo o que pensa olhando nos olhos do vereador, ou ex-vereador, Mauro do Materiais (PTB).

Membro da família Mendes
Um dos primos do vereador Mauro (que conversou informalmente e depois pediu para não citar seu nome) disse estar surpreso, pois segundo ele: “Mauro é um homem que só orgulho dá a toda a família; seja pelo sucesso nos negócios, na política e na vida pessoal, ele sempre sonhou em seguir o exemplo do pai, que foi vereador na cidade de São Miguel Arcanjo; acredito que ele não vá abandonar o que conquistou com tanto esforço e dedicação, que é ser vereador em nossa cidade”.

Presidente nacional do PTB, Campos Machado

Na cúpula do PTB estadual, a reportagem da Gazeta de Votorantim conseguiu falar com o presidente nacional do partido, Campos Machado, que pediu para que Luiz Souto Madureira, membro da Comissão Executiva Estadual do partido, falasse sobre o assunto. Por sua vez, Madureira disse que o PTB não tinha sido informado de qualquer alteração no quadro de mandato de vereador na cidade de Votorantim, portanto, não tinha o que acrescentar; mas garantiu que esta não é uma prática comum de PTBISTAS que se elegem para qual for o tipo de mandato.
 
Mauro não comunicou a Câmara; sendo assim, continua sendo vereador

“Na Câmara de Votorantim, a decisão de Mauro do Materiais não foi oficializada. Sendo assim, Mauro do Materiais, PTB, continua sendo vereador da cidade de Votorantim”; afirmou Caio Toledo, diretor-geral do legislativo votorantinense.

120 dias de afastamento pode

Caio Toledo disse que é legítimo qualquer vereador pedir afastamento dando motivos pessoais. Este afastamento pode ser de 120 dias, uma vez por ano; e na história recente da Câmara, quando isto aconteceu, a Câmara foi informada com um mês de antecedência, o que não aconteceu com Mauro do Materiais. O que a Câmara está sabendo é apenas pelos comentários de redes sociais e vereadores que conseguiram falar com Mauro ontem.

Mauro estaria muito magoado por colocarem sua dignidade em dúvida

Ao saber das manifestações negativas por sua possível renúncia, tanto por amigos, colegas vereadores, eleitores e até de alguns membros da família Mendes, Mauro estaria revendo sua decisão. O desgaste e o descrédito que iria causar em seu nome é o que está pesando, com isto, o vereador estaria disposto de desistir do afastamento ou então tirar uma licença por noventa dias, e depois desse tempo voltar e finalizar seu mandato da forma que teria se comprometido com seus eleitores.

Um diz que vai... outro diz que volta
Depois de ter deixado por 13 meses o mandato de vereador para assumir a função de secretário de Desporto (SEDESP), Luciano Silva retoma sua vaga no legislativo votorantinense. Sua conversa com o prefeito Fernando foi rápida. Ao anunciar a decisão de antecipar sua volta, que estava programada para o próximo mês, segundo Luciano, o prefeito Fernando Oliveira (DEM) entendeu e desejou boa sorte.

Luciano diz que não vai ser oposição, mas também não vai ser situação

Luciano Silva (PSDB) garante que vai se comportar, na sua volta, da mesma forma de quando chegou no início de 2017: autônomo. Não será oposição e não será situação. Questionado se isto seria possível, depois de ter feito parte por mais de um ano do primeiro escalão do governo, para Luciano, é possível sim ser independente, pois além de já ter deixado isto claro ao prefeito, sua ida para a Secretaria de Desporto (SEDESP): “...foi no sentido de contribuir com o esporte e com os atletas de nossa cidade, e não para fazer política para o governo. E volto para Câmara com o sentimento de que fiz o melhor com aquilo que eu tinha disponível”.
 
Eric Romero responde pela Secretaria de Desporto
A preocupação agora é se o governo vai dar continuidade aos projetos que Luciano Silva implantou. Quem substitui Luciano neste primeiro momento, de forma interina, é o Secretário de Governo, Eric Romero; mas as especulações giram em torno dos nomes do ex-vice-prefeito, Silvano Donizetti Mendes, João do Terraço e do esportista Rony, do Bela Montanha.

Bruno, Luciano, Ezequiel e Landito convidados a se retirar
Depois de um ano de idas e vindas, de acusações e pedidos recursos, o Conselho de Ética do diretório do PSDB de Votorantim se reúne na próxima quinta-feira (24) para colocar um ponto final e definir qual será a punição aos vereadores Luciano Silva, Bruno Martins, Ezequiel Oliveira, além do ex-candidato a vereador Landito. Na quinta, os quatro devem ser expulsos do PSDB, o que não deve comprometer os mandatos de vereador que Bruno e Luciano exercem pela sigla do PSDB.

 

Publicado na edição n°268 de 19 de maio de 2018 da Gazeta de Votorantim, página dois.

 







Deixe seu Comentário

Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.