18/06/2018 - 12:22
Se eu não assistir à Copa do Mundo (edição n°272)


Nos últimos dias, circula nas redes sociais uma campanha que tem como mote: “Não assista à Copa do Mundo”, supostamente em protesto ao caos social, econômico e político que se encontra o Brasil.
Partindo do pressuposto que isso estaria visando a conscientização das pessoas com relação as essas mazelas, e também a um combate da famigerada política do “pão e circo”.
Até aí tudo bem.
Tudo bem, não fosse o fato que não acompanhar as partidas de futebol de um torneio tradicional não resolve nada. Assim também, como não resolve não assistir os jogos de vôlei, ou as corridas de Fórmula 1.
Talvez resolvesse se, há quatro anos, com a Copa sendo realizada em nossas terras, com estádios superfaturados e o 7 x 1 da economia nacional, os brasileiros boicotassem o campeonato. Porém, não me recordo de nenhuma manifestação de grande proporção...
Pois bem, quatro anos depois cá estamos e o País continua mergulhado em crises. Achar que a solução é apenas não ligar a TV e assistir a Copa do Mundo é uma visão simplista demais.
Muitos do que pregam que todo aquele que assistir a Copa é um alienado são, em sua maioria, os mesmos que começam o ano ansiosos pelo BBB, que são vidrados nas novelas globais e passam a tardes dominicais vendo Faustão, logo após assistir ao futebol.
Ou seja, o buraco é mais embaixo. Não é uma Copa do Mundo que resolverá os problemas do Brasil. Independente do seu resultado, o que muda de verdade também acontece de quatro em quatro: é a eleição, é a vontade soberana do eleitor na urna. De resto, protestar contra a Copa nas redes sociais é apenas um ativismo cômodo que muito pouco contribui para mudar alguma coisa.

 

Fonte: Thiago Schimin

 

Thiago Schiming é assessor parlamentar da Presidência da Câmara, professor formado em História e pós-graduando em MBA de Gestão Pública

 



Publicado na edição n° 272 de 16 a 22 de junho de 2018 da Gazeta de Votorantim, página 08.







Deixe seu Comentário

Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.