24/12/2018 - 13:00
Viva


 


“Enquanto estiver vivo, viva o melhor que puder. Viva de tudo um pouco, para sair da vida com o máximo de aproveitamento. Ame como o amor se apresenta e não duvide dele. Não exija dos outros aquilo que nem mesmo você pode ser. Não despreze nenhuma forma de carinho. Não ignore nenhum tipo de atenção. Um dia pode ser tudo o que você gostaria para sentir-se bem.

Se sentir saudades, saiba o que fazer a respeito, mas faça algo e não permaneça imóvel diante dela. Não viva de momentos passados, fotografias amarelas ou projetos futuros, você sequer tem garantias sobre o amanhã. Nunca pare. Não se detenha. Insista um pouco mais. Continue, mesmo quando todos esperam que desista. Não se acomode por medo ou por sentir-se confortável. Não deixe que enferruje o ferro que existe em você. Tenha sempre algo pelo que lutar. E, lute com todas as forças.

Faça com que em vez de pena, tenham respeito a você. Faça com que o vejam como um vencedor em tudo. Conquiste e se deixe conquistar, prove o sabor de pertencer. Deixe que sintam o seu cuidado e bem querer. Não desmereça sentimentos, por julgá-los menores. Não economize emoções, por achar que elas não valem a pena. Um dia pode ser tudo o que você precise para sentir-se feliz!”


(Inspirado no texto de Madre Teresa de Calcutá)

Texto enviado à esta coluna pelo Prof. Jesus Rodrigues


Coluna publicada na edição 299 da Gazeta de Votorantim de 22 de dezembro de 2018 a 18 de janeiro de 2019, página 06.

 

 







Deixe seu Comentário

Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.