27/04/2019 - 11:33
"Todo bom time começa com um grande goleiro"

Kaká Martins
 Foto: Divulgação 

O Dia do Goleiro, 26 de abril, é data de nascimento de Haílton Corrêa de Arruda, uma homenagem ao glorioso Manga "Goleiro das defesas impossíveis" de Botafogo, Internacional e Seleção Brasileira.

O "papo" dos amantes da bola quando o assunto é o "homem do gol", "guarda metas", "arqueiro", é sempre recheado de controvérsias, discórdias, polêmicas e claro, cada um vai defender o goleiro do seu time, preferir este ou aquele que deixou marcado sua história no futebol, seja ela triste ou vencedora, pois "vida de goleiro não é fácil".

Votorantim: As pessoas consultadas por este colunista, de "bate pronto" são unânimes em lembrar de alguns personagens de ontem e hoje da "terra do cimento": Manga da Chave, Nadinho, Borracha, Paçoca, Joelson, Gilberto, Misso, Adilson, Tirde, Hermes (peixe), Willian, Lazinho. 

A cidade teve e tem bons goleiros e se você não está nesta lista sinta-se homenageado e bem representado por eles, seja do céu ou da terra.

 

O passado

Rinaldo Nieri filho, o Nadinho, começou no Fortaleza no infantil e contou que "já observava goleiros como Zecão, ex-São Bento e América do Rio". Também se recorda de Oswaldo Cassaniga, (Oswaldinho), goleiro titular do C.A.V. 

Nadinho conta que certa vez, quando tinha ainda 16 anos, o goleiro Borracha, que era titular do Atlético, amanheceu tocando na noite, pois era músico, e estava cansado para uma partida da copa Arizona, quando aos 10 minutos ganhou a chance de entrar no time para não mais sair. O técnico "ousado" nessa época era o Julião, ex-São Bento, de Sorocaba.

Nadinho foi titular e campeão no Arem, vários títulos no Atlético, Comercial e Votocel. Perguntado sobre algum título ou performance especial, Nadinho citou um confronto do Arem contra a Light, na reinauguração do gramado do Cermag (Copa Centenária) onde era o titular do Arem e Borracha, o goleiro da Light: "ganhamos de um 1x0 com o gol do falecido Sapo, um artilheiro de estatura boa e muito conhecido do futebol votorantinense". 

 

O presente

Joelson Clemente, morador da Vila Amorim, desde muito cedo treinava no ginásio do Votocel com o técnico Neto do futsal, e depois foi para o campo aprender as "artimanhas" da função com o goleiro Gilberto (Giba), e ele mesmo confessa que "tinha dificuldades e receio de jogar na posição" que considera de muita responsabilidade e de difícil técnica".

Ele é considerado o melhor da posição dos dias de hoje, e o mais disputado quando os times estão em "montagem" de elencos para os certames. 

Segundo Geraldo Meira, o Geraldinho, ex-jogador profissional: "Joelson só não está definitivamente jogando no profissional por conta da estatura, pois é completo, dinâmico, ágil e muito seguro na posição".

A jovem "promessa do gol" tinha 19 anos quando se consagrou campeão no Campeonato Varzeano de Votorantim em 2009, num jogo memorável onde o Guanabara venceu a equipe do ECRA.

Joelson, contratado por 6 anos consecutivos pelo E.C J. Clarice, conquistou mais 4 títulos para o "Leão", um time que teve e tem jogadores consagrados, mas que teve no seu gol, um atleta de referência de qualidade e garantia de bons jogos, para quem acompanhou de perto as defesas e "milagres" deste arqueiro, que é uma das atrações do nosso varzeano quando está em campo. 

Vi Nadinho jogando uma final de Cinquentão no Estádio e sagrando-se campeão.

Vi e vejo Joelson realizando belíssimas defesas nos gramados e quadras da região, e o admirei levantando taças e mais taças, junto com uma imensa torcida, que não era apenas a do Clarice, pois sempre valeu muito a pena testemunhar essas performances, como em outros tempos torcedores de todas a agremiações admiravam as defesas de Naldinho, Manga, Borracha e Cia.

Parabéns goleiros de toda a nossa região, especialmente os de Votorantim!







Deixe seu Comentário

Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.