27/05/2019 - 15:06
O que desejamos ver na Festa Junina?

Cesar Silva
 Foto: Divulgação 

Evento em 1975

Queremos como cidadãos da “gema”, que são aqueles que nasceram e batem no peito que são votorantinenses ou aqueles que aqui chegaram e se dizem de coração, ver aquela Festa Junina que era feita do povo para o povo, como um agregador de relações humanas e sociais.

Uma Festa Junina aberta para valorização de costumes e valores e com a preocupação de elevar a bandeira da solidariedade como um de seus marcos, sem a vocação capitalista que vem imperando, infelizmente norteia e tenta envolver a família. É só percorrer as imediações do recinto e perceberá que 70% da localidade de placas de veículos visitantes são todas de fora da cidade de Votorantim.

Alguém vai dizer que nossa Festa ampliou seus limites, mas por que o votorantinense tão ativo no passado não está tão presente nos dias de hoje? Serão os preços praticados? Ou o evento festivo é para grande parte de seus visitantes vindos de outras localidades?

Não podemos perder nossas essências, é preciso fazer desse gênero junino um meio de propagação das ações de promoção da Cultura que a gerou. Cadê os shows de música sertaneja raiz ou os de forró que eram marcas registradas de edições realizadas há pouco tempo?

Agora tudo se perde no tempo, passa-se um trator às tradições. A cidade cresceu, mas precisamos preservar nossas essências, só assim valorizamos o que é nosso e estaremos irmanados naquilo que nos une.

Se a Festa Junina é centenária por que não promover algumas ações que ajudam a contar a história e resgatar essa tradição no recinto e até mesmo percorrer os ambientes das escolas municipais e outros espaços públicos?

A Festa Junina é muito mais que consumismo de um povo, muito mais que um momento político, ela deve expressar o sentimento da comunidade, pois cada cidade pode fazer a sua festividade, mas aqui em Votorantim nós temos algo mais, que é o atrativo ao longo das décadas, então resgatemos aquilo que sempre nos uniu e deixemos de lado um pouco da modernidade que nos dita os nossos tempos!


Cesar Silva é jornalista e autor de três livros sobre a história local Visite a Fanpage: Histórias da Minha Cidade –Votorantim


Coluna publicada na edição 318 da Gazeta de Votorantim, de 25 a 31 de maio de 2019, na página 14.






Deixe seu Comentário

Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.