25/09/2019 - 23:46
A Estátua do Homem de Pedra

 

Por Cesar Silva


A figura de um homem de pedra com seus materiais de trabalho composto por capacete, botas e empunhando um martelete, faz parte de um cenário existente na rotatória que finaliza a extensão da avenida 31 de Março. A estátua é uma homenagem aos trabalhadores envolvidos na extração de minérios para a produção cimenteira na cidade.

           Muitos são os que há décadas se dedicaram ou que exercem o serviço, desde a coleta e análise de amostras, o preparo à exploração em pedreiras como Baltar e Pastinho, além de fazer a busca subterrânea no túnel de Santa Helena.

Em 1978 o engenheiro Roberto Cunha encomendou ao encarregado Romildo Granato que atendesse a um pedido da gerência, que fizesse a figura do trabalhador construído com o material retirado das próprias minas. Com pequenas pedras que foram sendo encaixadas e utilizando o mínimo de pó de cimento a figura do minerador foi sendo esculpida.

Em 4 de dezembro daquele ano, ao comemorar o Dia do Minerador, houve na entrada da pedreira uma missa com padre Inácio Kriguer e a entronização da estátua próximo a capelinha de Santa Bárbara, padroeira dos mineradores.

            Para personificar os esforços de toda a classe operária foi escolhido o dinamitador José Pinto para receber uma medalha de honra ao mérito e que se sentisse representado por aquela estátua que ficou conhecida como o “Homem de Pedra”.

Muitos votorantinenses não tinham conhecimento da existência desse monumento, já que o acesso ao local era aberto somente aos trabalhadores. O autor desse artigo, representando a prefeitura conseguiu sensibilizar o gerente industrial Fábio Cesconetto e o geólogo Nakamura para doar a estátua ao município. Ela foi reformada para ganhar local estratégico e de boa visualização popular.

            Em 25 de março de 2011 a estátua foi implantada junto ao monumento Vocação Cimenteira, num evento que contou com autoridades civis, representantes da fábrica Santa Helena e ainda o escultor Romildo Granato e o agora saudoso “homem de pedra” José Pinto.

 

Cesar Silva é jornalista e autor de três livros sobre a história local

Visite a Fanpage: Histórias da Minha Cidade –Votorantim

 

 

 

 Coluna publicada na página 14 da edição nº335, da Gazeta de Votorantim, de 21 a 27 de setembro de 2019.

 







Deixe seu Comentário

Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.