Anterior

Edição n° 112 (03 a 10 de abril 2015)

07/04/2015

Anterior

Próxima

Edição n° 112 (03 a 10 de abril 2015)

07/04/2015

Próxima
07/04/2015 - 16:23
Edição n° 112 (03 a 10 de abril 2015)


“Não estou confortável, enquanto houver lixo, não estou confortável, enquanto houver mato, não estou confortável, enquanto existir criadouros, não estou confortável, enquanto cresce problemas de dengue...”
Prefeito Erinaldo Alves da Silva em entrevista à radio Cruzeiro FM

“Acho importante a ação do Ministério Público, mas tenho certeza que a minha preocupação não é inferior a deles.”
Prefeito Erinaldo Alves da Silva em entrevista à radio Cruzeiro FM.

“Será que eles têm vergonha de nossa cidade?”
Vereador Heber Martins sobre o fato do Shopping Iguatemi divulgar que está localizado em Sorocaba.

“Nós sabemos que a população não quer coisas grandes, o que ela quer é a limpeza da cidade.”
Vereador Bruno Martins durante a sessão legislativa

“Nós gostaríamos de ver obras do atual governo sendo inauguradas.”
Vereador Heber Martins durante a sessão legislativa sobre as recentes inaugurações.

“Quando a obra está parada é culpa do prefeito, mas quando termina não é mérito do prefeito?”
Vereadora Fabíola Alves durante a sessão da Câmara

“A verdade dói quando se fala da venda do SAAE.”
Bruno Martins durante a sessão legislativa

“O vereador Heber parece que gritou de nervo.”
Bruno Martins durante a sessão legislativa

“Ele quem gritou feito uma cabra.”
Heber Martins durante a sessão legislativa, sobre o vereador Bruno

“Cabra é a sua mãe.”
Vereador Bruno Martins durante a sessão legislativa, respondendo ao vereador Heber Martins

“Esta casa tem presidência e se eu precisar agir, vou agir.”
Presidente Eric Romero durante a sessão legislativa, interrompendo a discussão entre Bruno e Heber.

“Vereador João, o senhor me incomoda quando fica falando enquanto estou falando na tribuna.”
Vereadora Fabíola Alves chama a atenção do vereador João Queiroz, que falava o com o presidente Eric Romero, enquanto ela justificava a não vinda do castra-móvel para Votorantim, durante a sessão legislativa.

“Esta foi a pegadinha do Marcão.”
Vereador Pedro Nunes, durante a sessão legislativa. (Marcão Papeleiro havia exibido fotos de um terreno com mato alto. A vereadora Fabíola explicou que o local já havia sido limpo, na sequência, o vereador Marcão “tirou da manga” fotos do terreno, com a limpeza deixando a desejar.

“O vereador tem o direito de falar na tribuna, mas tem a obrigação e o dever de ouvir também quando outros nobres pares estão na mesma tribuna.”
Vereador Eric Romero durante a sessão da Câmara










Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.