Anterior

Inscrições para 2º Corrida Carnaval das Cores terminam nesta sexta

08/02/2018

Anterior

Próxima

Agricultores gerenciam propriedades por meio de plataforma on-line

09/02/2018

Próxima
09/02/2018 - 09:22
Interiorização de franquias é destaque em 2017

Segundo presidente da ABF, movimento contribuiu para o crescimento do setor
 Foto: Divulgação  

Um levantamento divulgado em novembro pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) apontou que das 30 cidades brasileiras com maior número de unidades de franquias, 10 não são capitais.

Ainda de acordo com o levantamento, algumas dessas economias locais tiveram um ritmo de recuperação superior à média nacional, como no caso de São José dos Campos, no interior de São Paulo, que teve um crescimento de 13% no primeiro semestre de 2017. Enquanto a média nacional registrou apenas 9%.

Também foram destaque no primeiro semestre do ano passado os municípios de Campinas, em São Paulo, Niterói, no Rio de Janeiro, e o município de Uberlândia, em Minas Gerais.

Em entrevista à Agencia Brasil, o presidente da ABF, Altino Cristofoletti Junior, destacou a interiorização do franchising como um dos principais fatores que levaram ao crescimento de 8% do setor em 2017.

Um balanço divulgado pela ABF em janeiro deste ano, considerou ainda o crescimento da partição dos segmentos de Saúde, Beleza e Bem-estar, que passou de 12% para 16% de participação. Segmentos que também estão entre os mais promissores do franchising brasileiro. 

De olho nesse movimento, algumas marcas estão deixando de lado as grandes capitais para migrar para as cidades do interior, como é o caso da Infobeleza, rede de cursos profissionalizantes da área da beleza.

A franchising já possui duas filiais em cidades do interior, umas em Bragança Paulista e outra em Atibaia. Além disso, a rede visa expandir para outras regiões do interior e prevê chegar à marca de 100 novas unidades em 2019. 

Segundo a diretora da marca, Sônia Leonardi, esses pontos do país são promissores para quem quer investir, sobretudo, na área da beleza, pois afirma que ainda há muita falta de acesso a cursos profissionalizantes nestas regiões.

Para isto, conta que a marca adotou um modelo de gestão compartilhada, que prestará consultoria aos novos fraqueados. Além de também oferecer várias vantagens para o empreendedor, como carência de royalties nos três primeiros meses, isenção do custo de marketing e suporte na pesquisa de localização e adequação, além da reforma do local.

Como parte deste processo, a marca também lançou em janeiro deste ano a plataforma Infobeleza Digital que oferecerá cursos de especialização online. 

 

Fonte: Assessoria de Imprensa 










Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.