Anterior

Divulgadas as atrações da Festa Junina de Sorocaba

15/05/2018

Anterior

Próxima

Edição nº 267, 12 de maio a 18 de maio 2018

15/05/2018

Próxima
15/05/2018 - 12:13
Escorpiões invadem casas no Altos de Votorantim
 Foto: Jorge Silva 

Terreno particular sujo contribui para a infestação

Matheus Cirone
(programa de estágio)


Foram encontrados três nos últimos quatro dias e dez em aproximadamente um mês. Conviver com escorpiões e o perigo que eles oferecem, essa é a realidade de moradores do bairro Altos de Votorantim, em Votorantim. O animal peçonhento já foi encontrado nos quintais das casas, sala e quartos.
Os moradores do bairro acreditam que os escorpiões estão saindo de dois terrenos baldios, um na Rua Santina Elias Neves e outro na Rua Carolina de Assis Piazentin. “Existe um buraco entre o muro de arrimo da minha casa e o terreno, o proprietário faz a limpeza do terreno e joga nesse buraco, os escorpiões ficam ali”, fala Silvana de Jesus Santos, 32 anos. O terreno, segundo ela, também é a causa da infestação de piolhos de cobra. “Tenho esse problema o ano todo, tem finais de semana que encho meio saco de lixo com eles”, completa.
Foi em meio ao piolho de cobras que a filha mais velha encontrou um dos escorpiões. “Elas estavam brincando e minha filha mais velha me chamou dizendo que tinha um bicho estranho e não parecia piolho de cobra”, revela. Quando viu que era o bicho peçonhento, ficou desesperada. “Entrei em pânico, é um risco para a vida das minhas filhas. Eles são rápidos, mas consegui pegar com uma garrafinha”, conta. Depois de achar mais dois, um no quarto das filhas, Silvana foi conversar com autoridades municipais. “Fui na Prefeitura, Câmara, Fórum, Vigilância e Zoonoses, mas todos falam que o terreno é particular e não podem entrar”, diz indignada. Ela tampou os ralos com telas e vem usando veneno para tentar afastar os bichos. “Prometeram que haveria uma dedetização, mas até agora nada”, finaliza.
Bruna Mara Cardoso é vizinha da frente de Silvana e sofre com o mesmo problema. “Achei um no quintal da minha casa, eu tremia, meu filho foi quem pegou”, conta. Ela, que tem criança pequena na casa, afirma ter medo. “É um bicho perigoso, não deixo mais as meninas ficarem no chão, agora brincam em cima da cama”. Ela também acredita que os terrenos baldios e os bueiros em frente à residência são os locais que os escorpiões estão. “Tinha muita barata aqui, agora acabaram e escorpião mata barata”, diz. A atenção tem sido redobrada, após o início do surto. “O piso da minha casa é de madeira, agora só ando olhando para baixo, qualquer coisa estranha, a gente já acha que é escorpião”, frisa. “Limpei minha casa toda, levantei todos os móveis, estou com medo”, completa.
A expectativa das moradoras é de que haja uma providência em breve, já que outros vizinhos também estão sofrendo com os escorpiões. “Queremos que isso acabe logo, é uma preocupação muito grande”, dizem.
A Prefeitura de Votorantim informa que o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) já esteve no local e que os terrenos são particulares, assim os proprietários serão notificados para limpeza dos locais. (Supervisão: Luciana Lopez)

 

Reportagem publicada na edição nº267 de 12 de maio de 2018 do Jornal Gazeta de Votorantim, página cinco.



Veja mais fotos:

  1. Bruna e Silvana mostram os animais capturados. Por Matheus Cirone

  2. Bruna e Silvana mostram os animais capturados. Por Matheus Cirone







Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.