Anterior

Decretada situação de emergência em Votorantim

26/05/2018

Anterior

Próxima

Hospital Santo Antonio cancela cirurgias eletivas de segunda-feira

27/05/2018

Próxima
26/05/2018 - 17:46
Mauro decide permanecer no legislativo

Ele diz que não foi influenciado por Silvano
 Foto: Luciana Lopez 

Mauro do Materiais

 

O vereador Mauro do Materiais (PTB), que na semana passada cogitou deixar o legislativo alegando motivos pessoais, voltou atrás da decisão, e resolveu prosseguir com o trabalho dele na Câmara.

Em discurso na tribuna, na sessão legislativa de terça-feira (22), ele justificou que o vazamento precipitado da informação da sua possível saída e o apelo popular e dos amigos do legislativo teria sido fundamental para repensar seu licenciamento.

Ele iniciou o discurso pedindo perdão aos colegas do plenário, a suplência, ao tio, Silvano Donizetti Mendes, presidente do PTB, e aos eleitores e amigos. “Foi bom vazar a informação, pois assim tive tempo suficiente para pensar melhor. Muitas pessoas foram em minha loja dizendo que sabiam que eu não precisava do cargo, mas que elas precisavam de mim”. Nesse momento, Mauro foi aplaudido pela plateia na Câmara, e prosseguiu dizendo: “às vezes, a gente não se acha importante, mas bastante gente quer ver a gente no lugar que está”.

Ao falar do tio, Silvano, ele afirmou: “nunca fui obrigado a fazer nada. Cada um tem uma ideia”. E encerrou dizendo: “queria pedir desculpas a vocês, vereadores, e aos colegas que trabalham aqui, pois eu deveria ter falado antes, não assim que se faz. Jamais a gente vira as costas para as pessoas que estão do lado da gente. Foi um mal-entendido, mas houve mesmo uma conversa, porém não é do meu feitio. Foi um momento de problema pessoal, mas não é nada demais”, finalizou.

Em seu perfil do Facebook, Mauro também postou um comunicado reafirmando a sua permanência. “Quando entrei no meio político sempre disse que cumpriria qualquer palavra dita, eu fui eleito pelo povo, eleito por você que acreditou na minha honestidade e nos valores verdadeiros que meus pais me ensinaram, com meu jeito simples fui e continuarei sendo atuante da casa de leis, aprovarei projetos e criarei leis que visam melhorias a todos os cidadãos. Desde que, foi anunciado um possível afastamento venho sendo procurado por diversas pessoas, dentre elas: amigos da vida, amigos vereadores, secretários, familiares e eleitores que em mim confiaram seu voto e também aos que não votaram, mas que acreditam em meu trabalho, as palavras de carinho e a força para conseguir conciliar tudo em minha vida veio dessas pessoas, precisamos de pessoas com caráter genuíno em nossa vida para nos acompanhar e compartilhar o bem com nós, decidi permanecer! Nas eleições de 2016 que me fez ter uma cadeira na casa de leis com 1022 votos, foram pessoas de bem que acreditaram no meu trabalho e nos meus princípios que são os sentimentos que melhor expressa o respeito por cada um. Agradeço novamente todos os que acreditaram em mim, desejo fazer ainda mais por Votorantim!”, disse.

 

 

Publicado na edição 269 da Gazeta de Votorantim de 26 de maio a 1º de junho de 2018 na página 3










Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.