Anterior

Saiba como ter uma alimentação equilibrada para manter o peso mesmo diante da comilança nos dias frios

22/06/2018

Anterior

Próxima

Pedido de reintegração de posse motiva manifestação no Paço

22/06/2018

Próxima
22/06/2018 - 16:39
Jogo do Brasil: INSS fecha pela manhã e não avisa segurados com perícia marcada

Pessoas da região aguardaram por horas em frente da agência do INSS de Votorantim e não foram atendidas
 Foto: Pâmela Ramos 

Segurados aguardaram atendimento por horas e não conseguiram fazer perícia

Pâmela Ramos

(programa de estágio)

 

“Eles estão mais preocupados com o jogo do Brasil do que com o povo”, diz José Aparecido Mendes, 46 anos, que trabalhava de ajudante de caminhão e devido a uma fratura na coluna, aguardava há 5 horas o atendimento na agência do INSS de Votorantim na manhã desta sexta-feira (22).

Em razão do jogo do Brasil na Copa do Mundo da Fifa, que aconteceu às 9h, muitos locais permaneceram fechados pela manhã, inclusive o posto da Previdência Social (INSS), localizado na Rua João Walter, 289, Centro, que abriu para atendimento às 14h. Um cartaz estava anexado na porta com a informação, porém os segurados informam que não foram avisados com antecedência.

José conta que tinha perícia médica marcada fazia 20 dias para esta sexta-feira (22), às 8h40, e sem aviso prévio de que não atenderiam na parte da manhã, saiu de sua casa, em Salto de Pirapora, às 5h, chegando em Votorantim às 7h. “A Copa está ganhando dinheiro lá, e nós estamos aqui se virando nos trinta para conseguir um salário mínimo”, comenta José.

No caso da costureira Marisa Feliciano do Nascimento, 49 anos, ela precisou se afastar do trabalho pois a sua filha está internada com leucemia no Hospital do Câncer Infantil em Sorocaba, o Gpaci. Segundo ela, sua primeira perícia foi em 10 de junho, sendo estabelecido um prazo de afastamento até o dia 18, contudo, a carta que continha essa informação chegou ontem, e ao ligar no atendimento não obteve solução. “Eu não sei o que fazer, estou desesperada, não posso perder o emprego e não posso deixar minha filha sozinha no hospital também, preciso ficar com ela 24 horas, todos os dias, não posso sair de lá, preciso do INSS. Para eu poder vir aqui, paguei para uma moça ficar com ela um pouco”, lamentou Marisa.

Benedito Bueno, 69 anos, aposentado, mora em Piedade com sua esposa e veio acompanhá-la no atendimento que estava marcado desde o mês passado para esta sexta-feira, às 10h20, tendo chegado ao local às 9h. “Os caras vão jogar lá e a gente fica sofrendo, então fala que vão fechar hoje e não vai ter expediente. Ninguém vem falar nada, se vão atender ou não”.

Afastado do trabalho por estar com reumatismo no sangue, o votorantinense Marcelo da Costa Rosa Filho, 50 anos, estava com perícia médica marcada há 22 dias para esta sexta-feira, às 10h, tendo chegado ao posto do INSS às 8h30.  “É um desacato com o povo, nós esperamos a perícia para chegar aqui e não ter nenhum recado se seremos atendidos, perdemos tempo e passagem. Temos exames que estão feitos e depois não aceitam. Então como vamos fazer? Dependemos do INSS, ninguém tem convênio nem nada”. Após a abertura do posto, Marcelo recebeu a notícia que sua perícia foi remarcada para daqui 30 dias e que havia somente uma funcionária no atendimento.

Através de uma nota de esclarecimento em seu site, o INSS informa que optou por ter expediente facultativo nos dias de jogos do Brasil, sendo que os servidores que optassem por assistir aos jogos da seleção brasileira poderiam se ausentar do trabalho com a obrigação da compensação das horas não trabalhadas; porém optou-se por manter o atendimento ao público das agências suspenso no turno dos jogos do Brasil. “Entretanto, é importante destacar que os segurados já agendados não serão prejudicados, pois os atendimentos estão sendo remarcados, com recomendação expressa para as unidades de, preferencialmente, antecipar a data desses atendimentos. Destaque-se ainda que a Data de Entrada do Requerimento (data do primeiro agendamento) será mantida, sem prejuízo para o segurado decorrente da remarcação”. Nos dias em que os jogos acontecerem pela manhã, o atendimento externo terá início às 14h e nos dias em que os jogos forem à tarde, o atendimento externo será feito até às 13h. O INSS ressalta que oacesso às dependências do INSS para aqueles servidores que preferem trabalhar durante os jogos do Brasil está assegurado. (Supervisão: Luciana Lopez)

 










Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.