Anterior

Comissão de Ética da Câmara questiona órgãos públicos de outras cidades sobre a presença do vereador Gaguinho

11/07/2018

Anterior

Próxima

Caminhão desgovernado cai na lateral da pista nas proximidades do Parque Jataí

11/07/2018

Próxima
11/07/2018 - 16:45
Marido mata jovem e esconde o corpo em baixo do sofá na favela do Palmeirinha
 Foto: Jorge Silva 

 

 

A jovem D.C.C, 21 anos, foi encontrada morta, na terça-feira (10), no período da tarde. O corpo da vítima estava sob o sofá da residência, um barraco, na favela Palmeirinha, no bairro Itapeva, em Votorantim. O marido confessou o crime nesta quarta-feira (11).

De acordo com o Boletim de Ocorrência (B.O.), o contato com a Polícia foi feito pelo irmão da vítima por volta das 18h, do dia 10. Ele informou que, preocupado com a ausência da irmã, foi com sua mãe até a residência de D.C.C., na última segunda (9), mas encontraram a casa trancada e aparentemente vazia. Esperaram do lado de fora, mas a jovem não apareceu. Retornaram a casa na tarde do dia 10 e o local se encontrava da mesma maneira, quando ele resolveu pular a janela do barraco. Ao adentrar na casa, se deparou com uma poça de sangue próximo ao sofá.  Ao levantar o móvel da sala, encontrou o corpo da vítima coberto com um lençol. Logo na sequência, arrombou a porta da casa e ligou para a polícia.

O irmão da vítima, disse que D.C.C. era casada com V.J.S há um ano e que o rapaz é usuário de drogas, enquanto a jovem não tinha vícios e que os dois já haviam brigado antes. Segundo ele, ouviu dizer, de testemunhas, que o casal discutiu na segunda, dia 9, e que após isso, o marido deixou a casa, comprou drogas e deixou a favela tremendo.

Segundo amigos, o corpo de D.C.C ainda está no Instituto Médico Legal (IML) e deve ser liberado na manhã de quinta-feira (12), e irá direto para o Cemitério São João Batista, em Votorantim.

O assassino W.J.S., 31 anos, marido da vítima, foi preso na tarde desta quarta-feira (11), em Porto Feliz, na casa de um amigo. Segundo informações preliminares, ele confessou o crime e disse que a matou após ela ter uma crise de ciúmes. Ele também disse que havia consumido drogas. 

Foi pedida a prisão temporária do homem por trinta dias. 

 

 

Alterado em 12/07/2018 às 20h50



Ouça a matéria






Veja mais fotos:

  1. Por Matheus Cirone

  2. Por Matheus Cirone







Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.