Anterior

Feira traz novidades do setor de casamentos e debutantes

15/10/2018

Anterior

Próxima

1ª Feira do Estudante Expo CIEE

15/10/2018

Próxima
15/10/2018 - 16:18
Candidatos de Votorantim comentam sobre experiência nas eleições 2018
 Foto: Ivana Santana 

Gabriel Soares


Ivana Santana
 
Quatro candidatos de Votorantim disputaram cargos nestas eleições: Pastora Celina (PATRI), Nelsinho do Cata Treco (PR) e Rodrigo Chizolini (PSOL), que concorreram a deputado federal, e Gabriel Soares (PC do B), que concorreu a deputado estadual. Celina teve 771 votos, Rodrigo teve 12.922 votos, Nelsinho teve 2.088 votos e Gabriel teve 1.046 votos. Apesar da quantidade de votos, nenhum deles foi eleito. Porém, eles analisaram que o período de campanha eleitoral foi muito positivo para eles.
Rodrigo disse que, apesar da derrota, pretende continuar na vida política. “Não vencemos dessa vez. Mas foi muito importante cada voto que recebemos. Vamos seguir na luta como sempre fizemos. Não tenho palavras para agradecer a confiança e apoio dos eleitores nessa jornada democrática. Levarei comigo cada olhar carinhoso e abraço fraterno. Vamos continuar cultivando a semente plantada em 2016 na eleição municipal”, destacou.
“Por isso nossa luta não para por aqui. Seguimos firmes e fortes na luta social em Votorantim, defendendo os interesses da população. Estaremos presentes nas manifestações e debates que levam em consideração suas reivindicações”, frisou Rodrigo.
Nelsinho ainda está indeciso sobre continuar na vida política. “Por enquanto vou ficar quieto. Mas vamos ver para 2020 o que Deus prepara”, ressaltou. Ele ainda frisou que saiu a candidato “para não ser esquecido” e destacou: “eu trabalhei na campanha praticamente sozinho. Andei 90% da cidade. Tive ajuda de amigos. Agradeço muito família e amigos. Eu não gastei um centavo do povo na campanha. Não tive ajuda de partido nenhum, sou uma pessoa com honestidade e dignidade. Mas estou contente com os mais de dois mil votos, estou feliz. Agradeço ao pessoal de Votorantim”.
Gabriel, sobre a possibilidade de continuar na vida política, destacou: “acredito que devemos fazer política todos os dias, independentemente do período eleitoral. Vamos seguir na luta”. Além disso, ele agradeceu os votos que teve. “Foi uma campanha com pouco recursos, mas com muitas ideias. Apesar de não ser eleito, consegui colocar nosso projeto em pauta e fortalecer o debate em torno da importância de mais representantes votorantinenses na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.  Vamos continuar firmes na construção de um projeto popular para Votorantim, nossa região e todo estado de São Paulo”, destacou.
Celina disse que ficou surpresa pela quantidade de votos que teve, que, em sua visão, foram poucos. “Mas tive votos em outra cidade, meu nome já está indo mais longe, e isso foi uma grande vitória. Tive votos em cidades como Araçoiaba e Salto. Mas foi uma boa perspectiva e uma boa experiência toda a campanha”, ressaltou.
“Pretendo concorrer para vereadora em 2020. Tenho certeza que darei ainda mais de mim e tenho boas expectativas. Eu estava preparada tanto para ganhar quanto para perder. Então, eu estou feliz do mesmo jeito, mesmo perdendo eu estou feliz, porque eu sei que eu perco hoje, mas ganho amanhã”, finalizou Celina.


Reportagem publicada na edição n°289 da Gazeta de Votorantim de 12 a 19 de outubro de 2018, página 08.



Veja mais fotos:

  1. Pastora Celina

  2. Pastora Celina
  3. Nelsinho do Cata Treco

  4. Nelsinho do Cata Treco
  5. Rodrigo Chizolini

  6. Rodrigo Chizolini







Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.