Anterior

BOS realiza mutirão gratuito de exames e atividades de conscientização contra o diabetes no dia 20

09/11/2018

Anterior
09/11/2018 - 15:07
'Loucos' por pets podem debater sobre mundo animal em aplicativo

Milhares de apaixonados pelos seus bichinhos estão opinando em um aplicativo, inédito no Brasil e no mundo, em dezenas de perguntas ligadas à alimentação, comportamento e saúde animal
 Foto: Divulgação 

Ao todo, são 11 categorias onde os usuários podem opinar


Não importa se é filhote ou adulto, quem é dono de animais de estimação já se questionou: “Será que eu estou cuidando bem do meu pet?”. Para sanar esta e outras dúvidas, milhares de pessoas estão usando um aplicativo para debater e trocar informações.

São dezenas de perguntas ligadas ao comportamento, alimentação e bem estar do mundo dos pets. Afinal, você concorda que donos que deixam cães acorrentados sejam punidos? A venda de animais deveria ser proibida? Você adotaria um pet com problemas graves de saúde? Todas estas questões podem ser votadas e debatidas no aplicativo Quinto.

Os donos de pets podem baixar o aplicativo gratuitamente para iOs e Android e, após ler um pequeno texto sobre a pergunta, poderão votar com “sim” ou “não” para cada questão. Após votar, as pessoas terão acesso a um espaço de debate e troca de informação. Cerca de 10 mil pessoas  já estão dando a opinião no app, que é inédito no Brasil e no mundo.

Segundo a diretora de conteúdo do aplicativo, não há espaço para a propagação de notícias falsas. "O Quinto é uma rede diferente. Todo o conteúdo é criado por jornalistas internos para que a pessoa compreenda o assunto e consiga opinar", diz Bianca Celoto. Ao todo, são 11 categorias onde os usuários podem opinar.

Por seu ineditismo, o Quinto já desperta interesse internacional e foi selecionado para se apresentar no Web Summit 2018, uma conferência global de tecnologia que acontece no mês de novembro, em Portugal. A equipe responsável pelo conteúdo também mantém as redes sociais, um blog e um site para atualizar os interessados no aplicativo e nos assuntos que estão em alta no momento.

Segurança de dados e livre de publicidade

O CEO do aplicativo, André Bastos,  afirmou que o objetivo da rede social é ouvir a opinião da população sobre todos os assuntos. Segundo ele, com o voto será possível construir opiniões coletivas para mudanças sociais e, a medida que a quantidade de usuários for crescendo, essas respostas terão que ser ouvidas e respeitadas por quem está em alguma posição de poder.

“O Quinto nasceu de uma insatisfação com todas as coisas acontecendo à nossa volta, como problemas de violência, intolerância, alienação, corrupção e falta de informações confiáveis”, diz André.

Além da garantia de neutralidade e credibilidade do conteúdo, o app também é diferente porque o usuário não sofre a interferência de anúncios enquanto usa o aplicativo. “O Quinto ainda garante a proteção e não comercialização dos dados individuais dos usuários”, completa Bruno Alves, diretor de Operações.

O nome da plataforma tem relação com o “quinto poder”. Depois dos quatro poderes constituídos, sendo os três oficiais, Executivo, Legislativo e Judiciário; e o quarto não oficial, a Mídia; temos o quinto poder, a voz da população sendo permanentemente ouvida em tempo real.


Fonte: Assessoria de Imprensa - O Quinto










Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.