Anterior

Exposição O Fantástico Mundo Marinho chega ao Pátio Cianê Shopping

12/02/2019

Anterior

Próxima

Avaliação de Densidade Larvária aponta risco de epidemia de dengue

12/02/2019

Próxima
12/02/2019 - 09:49
Tribunal de Contas do Estado eleva a avaliação da gestão municipal de Votorantim

Município alcança nota “B” no IEG-M/TCESP, que mede o desempenho de políticas públicas, ficando acima da média regional e estadual
 Foto: Marcos Ferreira/AI 

Secretário Laino

Votorantim alcançou a nota “B” na avaliação feita pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, por meio do IEG-M (Índice de Efetividade da Gestão Municipal), classificando como “Efetivas” as políticas e atividades públicas municipais desenvolvidas durante o ano de 2017. Nos anos anteriores (2014, 2015 e 2016) a cidade foi classificada com “Baixo nível de adequação”, recebendo nota “C”, a avaliação mais baixa.

        Com este resultado positivo, o município ficou acima da média estadual e também acima da média da Região Metropolitana de Sorocaba, uma vez que ambas receberam a nota “C”. O IEG-M já está disponibilizado pelo Tribunal de Contas em seu site.

        Na avaliação do prefeito Fernando de Oliveira Souza, a busca pela melhoria dos serviços que impactam na vida dos cidadãos é um trabalho constante. “Com o tempo, temos conseguido demonstrar esta evolução, ainda mais por meio de uma avaliação realizada pelo Tribunal de Contas”, diz.

        O secretário de Governo e de Planejamento e Desenvolvimento, Carlos Laino, destaca que esse resultado comprova o comprometimento do governo municipal com as suas metas, sejam elas estruturais, fiscais, de qualidade de vida ou de serviços à população. “A eficiência também evidencia o nosso êxito na condução e na aplicação das prioridades contidas no plano de governo, mostra que estamos no caminho certo”.

        O índice de desempenho é composto por sete indicadores temáticos que medem os resultados das ações da gestão pública municipal em diversos quesitos nas áreas da educação, saúde, planejamento, fiscal, meio ambiente, proteção dos cidadãos (Defesa Civil) e Tecnologia da Informação. Em 2017, a cidade subiu em quatro temas (educação, saúde, planejamento e fiscal), manteve a avaliação quanto à tecnologia da informação e caiu nas métricas em relação ao Meio Ambiente e à Defesa Civil (i-Cidade), itens pelos quais o governo municipal pretende intensificar a atenção. Na média, a cidade subiu de “C” para “B” dentro de uma faixa de resultados que poderá chegar em B+ e A.


Fonte: SECOM Votorantim










Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.