Anterior

Preço dos remédios vai pesar ainda mais no bolso dos brasileiros, a partir de abril

19/03/2019

Anterior

Próxima

Homem é preso em Votorantim após compartilhar vídeos de pornografia infantil na internet

19/03/2019

Próxima
19/03/2019 - 13:27
Morador de Votorantim perde mais de R$ 3 mil em golpe
 Foto: Divulgação 

Um homem de 57 anos, morador de Votorantim, foi vítima de estelionato na manhã de sexta-feira (15), porém a ocorrência foi registrada somente nesta segunda-feira (18). A vítima relatou à Polícia Civil que na data dos fatos foi até o banco para receber uma quantia em dinheiro no valor de R$3.733,00, referente ao fundo de garantia. O mesmo afirma que saiu do banco e estava caminhando na Avenida 31 de Março, quando um senhor de mais idade passou ao seu lado, e logo em seguida passou um rapaz e derrubou um pacote, aparentando ser um pacote de dinheiro.

A vítima relata que o senhor de mais idade que passou ao seu lado disse a ele que no pacote tinha dinheiro, pois uma nota de R$50,00 estava aparecendo, e propôs a vítima que os dois dividissem o valor, e se o rapaz que derrubou o pacote voltasse, eles devolveriam ao mesmo. Neste momento o rapaz voltou e disse aos dois que havia derrubado um pacote com uma quantia em dinheiro no valor de R$ 11 mil e que estava levando o dinheiro para a firma onde trabalha.

Segundo a vítima, o senhor de mais idade disse ao rapaz que havia encontrado o pacote, mas que só devolveria se o mesmo oferecesse uma recompensa aos dois. O rapaz disse que poderia dar R$400,00 para cada um deles, em troca da devolução do pacote, mas que os dois teriam que ir até o local de trabalho do rapaz para receber a recompensa. A vítima e o senhor acompanharam o rapaz até a Rua Paula Ney, no Centro, onde o rapaz disse que era necessário que aguardassem na rua, com certa distância de seu local de trabalho, suspostamente localizado na Rua João Walter, e que entrasse um por vez. O senhor foi o primeiro a ir até o local, e quando saiu disse que havia recebido a recompensa. Logo em seguida, a vítima relata que era sua vez de entrar, e que o rapaz exigiu que o mesmo deixasse todos os pertences com ele enquanto ele se dirigia ao estabelecimento onde iria receber o dinheiro, pois o pacote só seria devolvido após o pagamento da recompensa, e o rapaz queria uma garantia.

A vítima colocou seus pertences em uma sacola plástica, entregou ao rapaz e foi em direção ao suposto local de trabalho do mesmo. Na realidade, o local não existia, e quando a vítima retornou onde estava o senhor de mais idade e o rapaz, os dois não estavam mais lá. Entre os pertences deixados na sacola estava o valor que a vítima havia sacado no banco, um telefone celular, além dos documentos da vítima. No pacote onde o rapaz alegou ter R$ 11 mil havia somente papel. O pacote foi apreendido e o caso será investigado.










Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.