Anterior

Cerimônia de casamento marca segundo dia da Expo Noivas

12/04/2019

Anterior

Próxima

Votorantim oferece agenda cultural com atividades gratuitas

12/04/2019

Próxima
12/04/2019 - 11:53
Dores intensas nas articulações podem indicar bursite

Doença é caracterizada pela inflamação das bursas, estrutura presente entre as articulações; médico ortopedista explica sobre diagnóstico, prevenção e tratamento.
 Foto: Q Notícia 

Dr. João Paulo Sobreiro, médico ortopedista especialista em cirurgia do ombro da clínica Ápice

Dor aguda e rigidez na articulação, sensibilidade ao pressionar, calor e inchaço no ombro, cotovelo ou quadril. Esses sintomas são caraterísticos da bursite, que é a inflamação da bolsa sinovial, estrutura preenchida com líquido, localizada entre os tendões e ossos das articulações.

Dr. João Paulo Sobreiro, médico ortopedista especialista em cirurgia do ombro da clínica Ápice Medicina Integrada, de Sorocaba (SP), explica que a síndrome do impacto torna as pessoas fortes candidatas à sofrer com bursite. “Quando as pessoas têm o osso acrômio curvo (tipo II e III). Esses pacientes têm uma predisposição maior, que aliado a movimentos repetitivos, principalmente os acima da linha dos ombros”, fala.

Outras causas para o surgimento da inflamação nas bursas incluem traumas e infecções. “Em geral, todo quadro que afete diretamente as articulações, como as pancadas, lesões, gota, reumatismos e alguns tipos de infecções virais ou bacterianas, têm potencial para fazer surgir os quadros de dor e calor local. Pessoas em idade avançada também estão mais propensas”, completa o ortopedista.

O diagnóstico do problema se dá pela análise dos sintomas e do perfil do paciente, juntamente com a realização de exames de imagem. “Radiografia, ultrassonografia e ressonância magnética contribuem para a correta identificação da bursite”, detalha o especialista da Ápice Medicina Integrada.

O tratamento envolve uma série de medidas, começando pelas mais simples. “Repouso, aplicação de bolsas de gelo no local e uso de analgésicos ajudam a melhorar os sintomas. No entanto, em casos mais graves, é preciso adotar outras medidas, como fisioterapia, uso de antibióticos (quando se trata de infecção), injeções de corticoides e, até mesmo, a cirurgia”, elenca Dr. João Paulo.

Visto que as opções de tratamento são amplas, é importante o acompanhamento de um médico especialista, que irá orientar a melhor opção para cada caso. “Tratamento inadequado, ou negligenciar os sintomas e não tratar, pode provocar complicações, como a bursite crônica, de difícil melhora”, alerta o ortopedista.

A prevenção da bursite é efetiva em alguns casos, como naqueles causados por gota e movimentos repetitivos. “Evitar a má postura e a execução de movimentos repetitivos é uma boa maneira de prevenir a doença. Praticar atividades físicas, manter o peso ideal e seguir uma alimentação saudável também contribuem positivamente”, conclui Dr. João Paulo.

A Clínica Ápice Medicina Integrada está localizada na Rua Eulália da Silva, 214, no Jardim Faculdade, em Sorocaba/SP. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: (15) 3229-0202 ou pelo site: www.apice.med.br.

Fonte: Q Noticia 









Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.