Anterior

“Semana Jurídica” da Faculdade ESAMC Sorocaba começa nesta segunda-feira (20/5)

17/05/2019

Anterior

Próxima

Festas juninas movimentam turismo local e geram empregos para as comunidades

17/05/2019

Próxima
17/05/2019 - 10:46
Deputado Danilo Balas é responsável pela sub-relatoria da CPI da FURP

A FURP é responsável pela distribuição dos medicamentos do Programa Dose Certa da Secretaria Estadual da Saúde.
 Foto: Divulgação 

No dia 7 deste mês, ficou decidido que o Deputado Estadual – Agende Federal Danilo Balas, Vice-Presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito da Fundação para o Remédio Popular (CPI da FURP), é o responsável pela sub-relatoria que tratará das denúncias de irregularidades no contrato para a construção da fábrica de medicamentos localizada na cidade de Américo Brasiliense. Durante a reunião, o Presidente da CPI, o Deputado Edmir Chedid, colocou em pauta a votação do plano de trabalho. Aprovado, a Comissão foi dividida em sub-relatorias que foram distribuídas entre os parlamentares que a compõem, separadas por temas, com o objetivo de tornar as investigações mais céleres. Em atendimento ao requerimento do relator, Deputado Alex de Madureira, os integrantes das sub-relatorias visitaram as instalações da FURP de Guarulhos na última quarta-feira (15). A unidade da entidade que fica na cidade de Américo Brasiliense também será objeto de diligência e, em breve, a data será definida pela Comissão.

A CPI foi criada para apurar inúmeras denúncias de irregularidades; a principal delas é o repasse de propina da Camargo Corrêa para funcionários da entidade. Composta por 90 deputados, a CPI tem o prazo de 120 dias para investigar denúncias que envolvam casos de corrupção no contrato para construção da fábrica de medicamentos, e também para averiguar a reprovação das contas anuais da entidade feita pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE) e a ausência de planejamento e impactos da judicialização de muitos casos para o fornecimento de medicamentos de alto custo, entre outras questões.

A FURP é responsável pela distribuição dos medicamentos do Programa Dose Certa da Secretaria Estadual da Saúde. Segundo justificativas para criação da CPI, existem denúncias de corrupção que fundamentam tal pedido; um dos casos mais graves envolve delação premiada feita em 2018 ao Ministério Público de São Paulo por executivos da empresa Camargo Corrêa sobre repasse de propina a funcionários da FURP para que a fundação desistisse de uma disputa judicial e aprovasse o reequilíbrio econômico-financeiro do contrato com o consórcio que construiu a fábrica de medicamentos na cidade de Américo Brasiliense, interior de São Paulo.



Fonte: Assessoria Deputado Estadual Danilo Balas










Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.