Anterior

Parque Tecnológico de Sorocaba recebe inscrições para Programa de Aceleração

15/07/2019

Anterior

Próxima

Conheça a importância do ácido salicílico, ‘pior inimigo’ de cravos e espinhas

15/07/2019

Próxima
15/07/2019 - 16:55
Bursite de quadril: o que causa a dor e como tratar?

Médico ortopedista detalha o mecanismo da dor e fala sobre as opções de tratamento e reabilitação.
 Foto: Reprodução 

Quando ouvimos falar em bursite, frequentemente associamos a doença à dor no ombro, no entanto, este tipo de incômodo pode acometer qualquer articulação do corpo, como no quadril, recebendo o nome de bursite trocantérica.

Dr. Walberto Kushiyama, médico ortopedista especialista em cirurgia do quadril da clínica Ápice Medicina Integrada, de Sorocaba (SP), explica que a bursite de quadril é causada pela inflamação das bolsas sinoviais, finas estruturas preenchidas com líquidos que envolvem as articulações. “As bolsas sinoviais têm a função de reduzir o atrito entre ossos, tendões e músculos, o que preserva a saúde da articulação. Qualquer anormalidade que venha a desencadear um processo inflamatório provocará quadros de dor no quadril, que podem variar muito de intensidade, apresentando desde um leve incômodo a um mal incapacitante”, comenta o especialista.

A sobrecarga na articulação do quadril é frequentemente apontada como um dos principais fatores que levam ao surgimento da bursite. Exercícios intensos e repetitivos, excesso de peso, além de doenças na coluna, artrite, artrose, diabetes e alguns tipos de infecções igualmente podem desencadear a inflamação. “Complementando esses fatores, em menor proporção, podemos também nos deparar com bursites trocantéricas relacionadas a entorses de tornozelo, diferença no tamanho das pernas por lesões anteriores e por sequelas de cirurgias mal executadas”, acrescenta o médico.

Além da dor local, podem ocorrer inchaço e irradiação do desconforto para a perna, principalmente ao ficar muito tempo em pé ou deitado. “Caso o tratamento correto não seja feito, são grandes as chances de o problema se tornar causador de dores crônicas, o que reduz a qualidade de vida da pessoa e aumenta as dificuldades em encontrar soluções efetivas”, comenta o ortopedista da Ápice Medicina Integrada.

Após o diagnóstico, que leva em conta a análise dos sintomas, histórico e hábitos do paciente, além de exames de imagem, como a ultrassonografia ou ressonância magnética, é orientado o tratamento, que visa reduzir a dor e eliminar o fator desencadeante. “Medicamentos anti-inflamatórios, fisioterapia e fortalecimento muscular, com exercícios indicados pelo médico e acompanhados por profissional de educação física, costumam proporcionar uma melhora importante”, conclui Dr. Walberto Kushiyama.

Nos casos mais complicados, em que há a limitação física devido à dor, pode ser necessária a cirurgia ou o tratamento com médico especialista no combate à dor crônica. A clínica Ápice Medicina Integrada fica localizada na Rua Eulália da Silva, 214, no Jardim Faculdade, em Sorocaba/SP. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: (15) 3229-0202 ou pelo site:www.apice.med.br.

 


Fonte: Q Notícia 










Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.