Anterior

Deputado Federal Capitão Derrite presta contas sobre primeiro semestre de mandato

06/08/2019

Anterior

Próxima

Adolescente é detido após assassinar e simular o suicídio de uma mulher em Votorantim

06/08/2019

Próxima
06/08/2019 - 15:42
Siga estes 5 passos para falar bem em público
 Foto: Divulgação 

Falar bem em público é um desejo de milhões de pessoas no Brasil e no mundo. Portanto, está claro que a oratória é uma característica importante para qualquer profissional, certo?

Ter um discurso planejado, domínio sobre o assunto e o conhecimento sobre o público são pontos importantes, por exemplo. No entanto, uma pesquisa feita por uma TV mostrou que o medo de falar em público atinge mais de 15% da população brasileira. Este medo é superior até mesmo ao medo de morrer – que foi citado por cerca de 12% dos entrevistados.

Muitos casos destes traumas acompanham as pessoas desde criança, por exemplo. Os mais propensos a terem medos de se apresentar em público já passaram por situações constrangedoras. Ou seja, se você se identificou com essa situação – que é normal – você precisa conhecer os 5 passos para ter autoconfiança. Vamos lá?

 

1)   Autoconhecimento

Antes de planejar o conteúdo para falar bem, é necessário que o orador conheça a si mesmo. Pode parecer um passo difícil ou não muito importante, mas é exatamente o contrário.
De qual forma você se sentiria mais confiante durante a apresentação? Por exemplo, o que você pode fazer para se sentir mais à vontade diante do seu público? Ao apresentar qualquer conteúdo, você será o fio condutor de toda a história.  Por isso é bacana que tudo tenha o seu estilo e seja feito do seu jeito. Porém, tudo deve ser feita de forma que fique claro e seja uma experiência boa aos ouvintes.

 

2)   Domínio do conteúdo

Caso não seja uma apresentação de última hora, o orador terá tempo de estudar de uma forma mais abrangente. Faça uma pesquisa sobre o que irá falar, apresente dados, informações relevantes e a dica mais importante: não decore.
A decoreba pode se aliar ao nervosismo e te deixar na mão na hora da apresentação, por exemplo. O importante é o orador montar uma linha de apresentação com começo, meio e fim e entender o conteúdo. Portanto, se em algum momento o orador se perder, poderá continuar o assunto de outro ponto. 

 

3)   Conhecimento sobre o público

Quem é o público que vai te assistir? É de extrema importância saber. Por exemplo: são seus colegas de trabalho? São clientes? São jovens? Chefes e diretores de empresas? Tudo isso vai determinar a forma como você vai falar, as roupas que vai usar e até o estilo da apresentação.
Afinal, com toda certeza, você não faria a mesma apresentação para uma turma de jovens e para um grupo de diretores. As palavras, jargões, brincadeiras e dinâmicas podem te ajudar a falar bem, mas também podem te prejudicar dependendo do público.

4)   Alinhamento do tom de fala

O tom de voz de um orador é como se fosse o “cartão de visitas”. É a característica de maior importância. Não adianta você falar bem, ter conteúdo bacana e não alinhar o seu tom de voz. 
Caso sua apresentação não utilize microfone, é interessante você visitar o local anteriormente para analisar questões de eco e posicionamento. Isso vai te ajudar, na hora da apresentação, a saber qual é o tom exato que você vai precisar usar.
Se você precisar usar o microfone e não tem familiaridade com o instrumento, é super válido você fazer um teste. Nele você vai saber a posição que vai segurá-lo e, além disso, a altura da voz que vai falar. Isso evita falar alto demais e desconfortável aos seus ouvintes.

5)   Treino

Após pensar nestes quatro passos que estou te passando, chegou a hora de treinar para falar bem em público. Então, faça apresentações em frente ao espelho, no quarto ou em qualquer lugar que te possibilita ensaiar. 
Comece com uma colinha na mão e depois procure ir se desprendendo dela. Portanto, no dia da apresentação, uma ficha com os tópicos é super aceitável, mas nada de folha de caderno. Caso precise de um apoio visual e não tenha um telão, uma ficha bem feita é válida.





Fonte: Assessoria de Imprensa 










Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.