Anterior

Evento de conscientização e inclusão social reúne bom público

23/09/2019

Anterior

Próxima

Atleta votorantinense é vice-campeã brasileira de surf

23/09/2019

Próxima
23/09/2019 - 22:47
Cerca-Lourenço do Esporte - Inacreditável futebol clube

Kaká Martins

A política antidesportiva deu as caras novamente na cidade, e por conta desses interesses nada democráticos, poderemos perder o Votoraty para a cidade de Sorocaba, caso o time não volte a mandar seus jogos dos campeonatos estaduais e treinos de base no Estádio, campo do Flamengo e outros.
Um dos dirigentes do departamento de futebol de base do time falou nesta semana que por "ordem lá de cima" o "Tigre" está impedido de jogar nesses gramados pelo fato do vereador Mauro do Materiais ter intensificado críticas e votado contra o governo municipal nos últimos meses.
A verdade é que Mauro não é o presidente do time, porém, corre nos bastidores que a qualquer momento o empresário vereador poderá anunciar de fato, que não só intermediou a compra do time, junto com o atual presidente Rubens Calil (Rubinho), como também estaria disposto a assumir a aquisição, deixando inclusive a torcida mais confiante, pelo simples motivo do atual presidente não ter tanta afinidade e vínculo com a cidade.
A questão é que a base tem ido até Sorocaba treinar e jogar (o que é um absurdo), e nem sequer foi procurada para a próxima Copa Brasil de futebol Infantil sub 15, pela Sedesp.
O dirigente ainda deixou escapar que, quando questionou a secretaria para a edição do próximo evento, ouviu de um diretor de esportes que o Prefeito Fernando não estaria animado com a Copinha 2020, pois a cidade não iria dispor deste recurso em meio a tantos problemas prioritários como saúde e educação e pagamento de servidores.
De fato, a última edição deixou a desejar em vários aspectos: jogos somente no Sesi e sem as principais equipes paulistas.
Se está havendo retaliação por parte do município por questão política, a cidade perde muito.
Os planos que o Votoraty tinha para a cidade não eram pequenos. Acabou de comprar um ônibus para as viagens, jogadores da copinha deste ano já foram negociados para times profissionais, e o contato direto na Federação Paulista estava bem adiantado no sentido do time ter respaldo para seu retorno previsto para 2021 na série B1(quarta divisão). Membros da secretaria de Desporto propuseram que o time pedisse tintas, materiais, assessórios de pintura e outros itens para o vereador para "autorizar" a permanência dos treinos e jogos na cidade, o que foi prontamente recusado, mediante a seriedade e o respeito que o Votoraty merecia pelo esforço dos seus "donos" em mantê-lo na cidade.
Se realmente o Votoraty estiver 100% nas mãos de Mauro Paulino Mendes, o Mauro do Materiais, as coisas só irão caminhar a favor do time em 2021.

 

 


Coluna publicada na página 13 da edição nº335, da Gazeta de Votorantim, de 21 a 27 de setembro de 2019.










Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.