Anterior

Após manifestações, advogado protocolou Ação Popular no Fórum contra Zona Azul nos bairros

28/09/2019

Anterior

Próxima

Programa de parcelamento de dívidas chega a 302 acordos na primeira semana de atendimentos

30/09/2019

Próxima
29/09/2019 - 18:04
Cerca-lourenço do Esporte: Expectativas para o Basquete (sonhar é de graça)

Por Kaká Martins
 Foto: Divulgação 

Equipe Sorocaba 2019

 

Por Kaká Martins

 

A boa notícia, que vem da cidade vizinha, Sorocaba, é o retorno da equipe de Basquete Feminino profissional há um ano. 

Obviamente que os tempos são outros comparados a grande equipe da Minercal, que tinha Hortência, Marta, Vânia, Vanira e Branca.  A iniciativa e o esforço sem apoios exorbitantes já valem a torcida e apoio dos amantes do Basquete, da mídia e sociedade.

Votorantim, em 2011, 2012 e 2013 chegou a disputar campeonatos sub 15 e sub 17, mas o sonho de manter aquela equipe de base pensando no profissional acabou ficando pelo caminho por falta de apoio do município e de patrocinadores. 

A base do time de Votorantim na época era: Mariane Vargas, Laís Tonche, Nataly Martin, Larissa Ferreira, Pâmella Salles, Ana Paula, Lays Fernanda, Petra Leal, Jaqueline Affonso, Jéssica Palma, Sabrina Inácio, Amanda Fragoso, Amanda Vaz, Julia Santos, Adrielly Matrigami e Yasmim Alves.

Paulo Tonche, um dos comandantes e idealizadores do time de Votorantim sonhava resgatar os grandes times dos anos 50, 60 e 70 da cidade, como conta o livro de Newton Correia da Costa Junior, o "Campineiro", que descreveu as cidades de Votorantim e Sorocaba, como as "Capitais do Basquete feminino".

O responsável pelo time sorocabano dos dias atuais, Márcio Antônio da Silva, o Marcinho, conversou comigo nesta última semana, em meio a expectativa da estreia no Paulista contra o Ituano. "Jogamos o Paulista do ano passado, LBF no primeiro semestre e Regionais em Sorocaba, e para este Paulista trouxemos cinco reforços, aumentando nossa competitividade, mas não deixamos de ter um time jovem, média de 23 anos". 

A equipe deste ano será formada por: Aruzha (armadora), Nazinha (armadora ex- São Bernardo), Letícia Senff (lateral ex Blumenau), Beatriz (lateral ex São Bernardo), Mariane Vargas (lateral), Camila Jackson (lateral), Júlia Martha (lateral), Lorena (pivô), Maria Carolina (pivô ex-Sampaio Corrêa) e Nonato (pivô ex- Blumenau). Destaque para a lateral Mariane Vargas, que é votorantinense.

Marcinho ainda comentou: "Sabemos que apesar de ter apenas seis equipes participantes, o Campeonato Paulista deste ano será bastante equilibrado, já que todas as equipes se reforçaram".

Desejamos sucesso ao time de Sorocaba, e claro, ficaremos na torcida para que o projeto iniciado lá, traga estímulo e motivação para o poder público daqui implantar ao menos quatro modalidades profissionais, que bem estruturadas, atrairiam investimentos altos, como por exemplo: Grupo Votorantim, o Sesi, o Iguatemi Esplanada e outros.

Sonhar não custa nada. 

 

 



Veja mais fotos:








Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.