Anterior

Desfile celebra os 56 anos de Votorantim

10/12/2019

Anterior

Próxima

Creche é inaugurada no Rio Acima

10/12/2019

Próxima
10/12/2019 - 13:22
UPA do Jataí entrou em funcionamento na quinta-feira

PA Central foi fechado para reforma
 Foto: Divulgação 

Novo prédio foi entregue na quinta-feira

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Parque Jataí denominada “Dr Daniel Mariano da Silva”, foi entregue oficialmente na manhã de quarta-feira (04) pela Prefeitura de Votorantim, por meio da Secretaria da Saúde (Sesa) e abriu ao público na quinta-feira (05). O evento fez parte da programação em alusão aos 56 anos de emancipação político-administrativa da cidade.

Em seu discurso, o prefeito Fernando de Oliveira Souza fez questão de destacar todo o empenho, ao longo dos seus três anos à frente do Executivo, em abrir a UPA para a população, sem custos para o governo municipal. “Toda a reforma do prédio, abandonado há muitos anos, foi realizada por meio de uma parceira, com a contrapartida de uma empresa”, ressaltou.

Além de entregar a nova UPA, a Prefeitura anunciou ainda o início das obras de reforma completa do Pronto Atendimento Central, que fechou na quinta-feira (05), com previsão inicial, caso não ocorram imprevistos, para reabrir em março do ano que vem, visando garantir mais conforto à população.

A cerimônia de entrega contou também com as presenças da primeira-dama e presidente da Comissão Municipal de Assistência Social, Saúde e Educação (Comasse), Luciane Nunes de Oliveira Souza; vice-prefeito, Lê Baeza; presidente da Câmara Municipal, vereador pastor Lilo e vereadores Ita, Luciano Silva e Bruno Martins; secretário da Saúde Junior Silveira e demais secretários municipais, entre outras autoridades e familiares do homenageado.


A história do prédio

O prédio da UPA, localizado na rua Gilson Luiz Neto, esquina com a Rua Carminha Celestina da Silva, começou a ser construído em 2012, foi finalizado em 2014 e abandonado logo na sequência, a exemplo do que ocorre em mais de 200 municípios brasileiros.

Desde 2017, entre idas e vindas a Brasília e uma série de dificuldades, o governo municipal encontrou uma solução para viabilizar a abertura, com aprovação do Ministério da Saúde e sem custos para os cofres municipais. “Entregar o espaço foi um grande desafio e sempre esteve entre as nossas prioridades, cumprindo assim mais um compromisso de nosso plano de governo”, declarou o prefeito Fernando de Oliveira Souza. “Sempre soubemos dessa necessidade e da importância da unidade para a população”, disse.

A exemplo da UPA do Jataí, a Prefeitura articula apoios para poder abrir o prédio do Jardim Paulista, construído na mesma época e também abandonado. “Estamos nos esforçando para que a unidade possa atender ao público no formato de Ambulatório de Especialidades”, afirma o prefeito.

A UPA do Jataí foi totalmente revitalizada, haja vista que estava deteriorada por conta de intempéries e atos de vandalismo. De acordo com o secretário da Saúde, Junior Silveira, “apesar das dificuldades enfrentadas, a destinação final do prédio é uma vitória para o município e uma conquista para todos os moradores”, destacou. Durante os serviços, foi instalada toda rede elétrica e hidráulica, além de pintura interna e externa, entre outros reparos.


UPA “Dr. Daniel Mariano 

da Silva”

A UPA leva o nome do Dr. Daniel Mariano da Silva, médico natural de Votorantim e formado no ano de 1992 na Faculdade de Medicina de Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro. Atuou na cidade desde o início de sua carreira, prestando relevantes serviços à população. Na ocasião, estiveram presentes sua esposa, Valdiceia Aparecida de Góes Silva, e seu filho, Daniel Mariano da Silva Filho.


Reforma do PA Central

Com o início das obras na unidade de Pronto Atendimento Central a Sesa fez a transição de todo o atendimento para a UPA do Parque Jataí. Nesse período, todo o atendimento estará direcionado para o Parque Jataí.  “Fizemos todo o trabalho de informação em todas as unidades de saúde, sobre o início de atendimento no Parque Jataí e do fechamento do PA Central para as obras de reforma”, salienta o secretário. Junior Silveira acrescenta ainda que seria inviável que a obra acontecesse com o serviço em funcionamento, preservando a segurança dos pacientes.


Reportagem publicada na página 5, da edição nº 345, da Gazeta de Votorantim, de 07 a 13 de dezembro de 2019.










Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.