Anterior

CAIXA INICIA PAGAMENTO DO ABONO SALARIAL 2019/2020 PARA TRABALHADORES NASCIDOS EM JANEIRO EM FEVEREIRO

14/01/2020

Anterior

Próxima

Governo aumenta projeção de crescimento do PIB para 2,40% em 2020

14/01/2020

Próxima
14/01/2020 - 17:14
Cuidados com as crianças nas férias precisam ser redobrados
 Foto: Divulgação 

Embora as férias sejam um período para relaxar e deixar algumas preocupações de lado, os cuidados, principalmente com a saúde dos pequenos, não podem ficar em segundo plano. Viagens, brincadeiras, alimentação e rotina exigem acompanhamento dos pais, mesmo em época de descanso.

A médica pediatra, Ana Fonseca, reforça que o papel do adulto não é entreter a criança, mas, sim, estar disponível efetiva e emocionalmente. “Férias nos remete a descanso. Entretanto, a saúde de nossos pequenos demanda mais do que tardes na televisão e comidas ultraprocessadas”, enfatiza destacando que ter um horário de atividades ao ar livre, com brincadeiras lúdicas e apropriadas para a idade é essencial.

Apesar de a rotina da casa ser diferente da escolar, tentar manter os horários de refeição e sono ajudam as crianças a ter suas necessidades supridas. “Isso facilita não apenas o aproveitamento do dia, mas também sua adaptação na volta às aulas. Não deixar que nossos filhos ultrapassem a necessidade de comer e dormir é garantir um período de férias mais tranquilo”, aconselha Ana. Contudo ela adianta não haver a necessidade de se manter os horários, mas obedecer à ordem em que normalmente as atividades são feitas é importante. “Isso traz mais segurança e previsibilidade ao dia dos nossos pequenos, diminuindo sua ansiedade e facilitando não deixá-los atingir ou passar seus limites de cansaço, fome ou necessidade de atividades. As sonecas habituais devem ser mantidas. Uma dica é deixar para viajar, durante estes momento”.

A médica frisa que momentos em família são fundamentais, porque, nos mais diferentes modos de vida, são essas ocasiões que marcarão as férias e a infância das crianças. Assim, Ana reforça que os pais devem priorizar uma programação apropriada durante o dia, com tempo restrito às telas, para que se possa aproveitar as horas disponíveis com os filhos. “Atividades na natureza e ao ar livre são importantes”, pontua. Ela também chama a atenção quanto ao papel dos cuidadores, que não devem proporcionar longos períodos em aparelhos eletrônicos. “Enquanto a criança fica absorvida, quietinha e sem dar trabalho na frente de alguma tela, ela está deixando de brincar, desenvolver-se e se relacionar.”

Já as vacinas são essenciais em qualquer momento, assim, em casos de viagens, é preciso ficar atento às recomendações específicas do local a que se destinam e verificar se o calendário vacinal está atualizado antes de viajar.

A médica orienta, ainda, quanto à prevenção de acidentes domésticos. “É necessário restringir o acesso às escadas e piscinas, assim como manter remédios e produtos de limpeza fora do alcance”, finaliza. 

Fonte: Assessoria de Imprensa 










Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.