Anterior

Em 24 horas, Votorantim registra mais 23 casos de Covid-19

03/06/2020

Anterior

Próxima

Iguatemi Esplanada volta a operar em horário reduzido

03/06/2020

Próxima
03/06/2020 - 17:52
Homem é preso com arma que seria usada em “tribunal do crime”
 Foto: Divulgação 

.

.

Um rapaz de 22 anos foi preso na madrugada desta quarta-feira (03) ao ser flagrado pela Polícia Militar de Votorantim portando um revólver calibre 38 com numeração raspada e pintura não original com cinco munições intactas, na Vila Garcia, em Votorantim. O fato aconteceu após a Polícia receber denúncia de que o homem, passageiro de um automóvel Fiat Uno vermelho, estaria seguindo até a Vila Sabiá, em Sorocaba, para participar de um “tribunal do crime” naquela localidade.

A denúncia foi feita anonimamente por volta das 3h20 da madrugada e a equipe que estava em patrulhamento avistou o referido veículo na Av. Jaziel de Azeredo Ribeiro, dando sinal de parada, não obedecido pelos suspeitos que empreenderam fuga.

Os policiais conseguiram fazer a abordagem somente na Avenida Izabel Ferreira Coelho, onde se encontravam o condutor, um ajudante de 31 anos e o passageiro de 22 anos, acusado pela denúncia anônima e que portava em sua cintura um revolver de calibre 38, que fora encontrado durante revista pessoal. Já com o condutor nada foi encontrado, porém em busca veicular foram descobertos em baixo do banco do motorista, um saco contendo a quantia de R$ 386,80, sendo a maior parte em moedas e um simulacro de pistola.

Questionados sobre os objetos encontrados, o rapaz de 22 anos que estava no banco do passageiro, confessou a propriedade dos mesmos, assim como a do veículo, o qual foi apreendido pela Polícia. O rapaz ainda confessou que iria até a Vila Sabiá, em Sorocaba, para participar do “tribunal do crime”, onde um homem seria “julgado” por ter estuprado uma mulher.

Segundo a Polícia, a arma encontrada com o suspeito possivelmente foi utilizada em um homicídio em 2018, quando o mesmo foi condenado por homicídio.


O detido foi conduzido à unidade policial onde a autoridade competente após ouvir os devidos testemunhos, deliberou pela prisão em flagrante. Já o condutor do veículo foi liberado.










Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.