Anterior

Eleições 2020 - Espaço Democrátivo - Marcão Papeleiro - Votorantim pode ser decisiva no futuro da RMS

03/08/2020

Anterior

Próxima

Banco de Alimentos de Sorocaba atende a 1.323 pessoas em Votorantim

03/08/2020

Próxima
03/08/2020 - 01:16
Eleições 2020 - Espaço Democrático - Rodrigo Chizolini - O futuro da mobilidade urbana de Votorantim

.

.

Um dos requisitos básicos para a otimização das atividades humanas é a mobilidade, deslocar-se pela metrópole é algo cotidiano na vida da maioria da população em nosso município, seja para ir trabalhar, ou ter acesso aos diretos básicos de cada cidadão como a educação, a saúde, a cultura e lazer. 

A mobilidade urbana é uma questão que deve ser resolvida a partir do planejamento urbano, já que cada região do município possui suas particularidades, não existe uma solução geral que atenda o município inteiro por igual. As soluções devem ser proporcionais às carências da população, por isso as características de cada bairro são essenciais, considerando que o município possui um relevo montanhoso. Nossos limites urbanos entrelaçados ao de Sorocaba, exige, pensarmos o planejamento urbano na perspectiva da integração do transporte coletivo com o município de Sorocaba.

A mobilidade começa a ser afetada principalmente pelas condições de acessibilidade das calçadas, em seguida pela falta de arborização das ruas que gera um grande desconforto ambiental durante o dia. O transporte coletivo, tem extrema relevância para a mobilidade das pessoas, todos os dias, aproximadamente 20 mil pessoas deslocam-se de Votorantim para cidades vizinhas para trabalhar, a sua grande maioria por veículos individuais.

A situação do transporte coletivo em Votorantim é de muita incerteza, a concessão da empresa que presta o serviço ao poder público, encerrou em 13/07/2020 e o contrato foi prorrogado de forma emergência até o dia 08/01/2021. Caso, não ocorra a realização de nova licitação até dezembro, a cidade corre o risco de iniciar 2021 sem transporte coletivo.

É urgente a discussão da oferta de transporte coletivo na cidade, visto o prazo de término do contrato com a empresa de ônibus previsto para o início de 2021, como também possíveis soluções de médio e longo prazo para enfrentarmos os problemas de mobilidade na cidade em todas as suas modalidades.

 

 

 

 

 

Coluna publicada na página 11, da edição nº 375, da Gazeta de Votorantim, de 01 a 07 de agosto de 2020. 










Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.