Anterior

Coluna Jerson Pedroso - Eleições 2020

28/09/2020

Anterior

Próxima

Votorantim registra mais 27 casos de covid-19

28/09/2020

Próxima
28/09/2020 - 16:28
Reforma da UBS Vila Nova ficará 42,46% mais cara
 Foto: Divulgação 

Obra é realizada desde Julho

.

.

Luciana Lopez


A reforma da Unidade Básica de Saúde (UBS) da Vila Nova Votorantim, em Votorantim, realizada pela Prefeitura de Votorantim, por meio da Secretaria de Obras e Urbanismo (Sourb), iniciada em 13 de julho, sofreu um acréscimo de 42,46% ao valor total previsto no projeto.

O jornal Município de Votorantim trouxe essa informação na edição de sexta-feira (18). O extrato do 1º termo de aditamento ao contrato nº. 048/2020, feito pela Prefeitura de Votorantim com a empresa JDE Engenharia e Construções Ltda, referente à contratação de empresa especializada para reforma da UBS Vila Nova, trouxe um aditamento com supressão e o acréscimo de serviços do contrato original, sendo que o valor global original de R$ 107.644,99 passará a vigorar no valor de R$ 153.348,21. O acréscimo representa o percentual de 49,90%, ao valor inicial contratado. A supressão totaliza 7,44% ao valor inicial contratado.

Os serviços realizados são de conservação geral do prédio, como melhorias em pontos de infiltração, telhados, pintura e piso, com prazo para execução da obra de 120 dias.

Questionada sobre o motivo do acréscimo no valor da reforma, a Secretaria da Saúde (Sesa) informa que “ao realizar o projeto inicial, a previsão era de troca de algumas telhas e correção de calhas do prédio. Entretanto, quando esse serviço foi iniciado, foram detectados diversos problemas estruturais no madeiramento do telhado. Assim, não haveria a possibilidade de execução do projeto inicial, visto que as infiltrações detectadas continuariam, o que prejudicaria os demais serviços executados dentro do prédio e devido ao tempo de construção do mesmo, poderia comprometer também as paredes pelas infiltrações de água. Entretanto, é importante esclarecer que o aditamento do contrato em questão foi de 42,46%, visto que foram suprimidos itens da planilha de orçamento inicial da obra e acrescidas as metragens referentes a obra do telhado. Total inicial da obra: R$ 107.644,99 – após o aditamento: R$ 153.348,21. Valor acrescido R$ 45.703.22 (42,46%)”, detalhou.

A Secretaria de Saúde informa, ainda que não houve falha no projeto de reforma, visto que as inclusões foram detectadas, após a retirada das telhas (tipo calhão), o que não era possível fazer no momento do levantamento do custo da obra”. E informa ainda que não haverá alteração do projeto inicial, visto que são reformas de âmbito estrutural.

O cronograma não deve ser alterado e a previsão é que a UBS seja aberta ao público ainda neste mês.

Já sobre a origem do recurso no valor R$ 45.703,22, que foi acrescido, a Sesa informou que parte será proveniente de saldo de Emenda Parlamentar Estadual destinada para a realização da reforma da UBS Vila Nova Votorantim, no valor de R$ 12.355,01 e contrapartida já prevista no projeto inicial da Emenda Parlamentar no valor de R$ 33.348,21.

O deputado estadual Agente Federal Danilo Balas (PSL), que destinou a emenda para reforma informou que não tinha conhecimento do custo excedente anunciado pela prefeitura. “Como parlamentar, acredito que as prefeituras devem atuar com zelo no trato da coisa pública, pautadas na economicidade e eficiência. Um acréscimo nesse valor não parece plausível, uma vez que fere outro princípio, o da razoabilidade”, opinou.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Reportagem publicada na página 14, da edição nº 383, da Gazeta de Votorantim, de 26 de setembro a 2 de outubro de 2020.










Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.