Anterior

Vice-prefeito eleito, Rodrigo Kriguer, diz que vai trabalhar em tempo integral ao lado de Fabíola Alves

22/11/2020

Anterior

Próxima

Editorial - Um líder para a casa do povo de Votorantim

22/11/2020

Próxima
22/11/2020 - 00:37
Editorial - A prefeita de todos votorantinenses

.

.

A mudança é o elemento essencial na busca da melhora de vida. Esse sentimento acompanha a todos desde a tenra idade, quando o estudante anseia por começar um novo caderno para iniciar uma nova série escolar ou mesmo esperamos a mudança da folhinha do calendário para renovar nossas esperanças e promessas por um ano novo que se inicia sem os erros e os vícios do passado. Também é assim na política votorantinense, quando a opção da maioria dos eleitores foi votar numa nova gestão, numa nova prefeita, na busca de um município melhor.

A candidata eleita será a prefeita de todos. E para tanto, espera-se que Fabíola Alves, a primeira prefeita eleita na história de Votorantim, comande o município de modo a atender a vontade do povo, privilegiando os mais necessitados, sem descuidar de outros abastados que também possuem pedidos mais específicos. São muitas demandas a serem cumpridas, todavia há consenso entre todos quanto aos princípios que devem nortear essa nova gestão: a liberdade para escolha de um secretariado com capacidade técnica; a gestão de recursos de forma honesta; a transparência de todas as ações implementas; e a promoção de um debate democrático com a comunidade na busca de soluções para o município.

A responsabilidade atribuída à nova gestão do executivo de Votorantim é grande, pois se espera que os erros, recalques e omissões de gestões passadas não se repitam. Não há mais espaços para desculpas quanto aos poucos recursos públicos ou o emprego de artimanhas políticas para agradar grupos conhecidos no município, sempre em detrimento da maioria da população. 

 

O novo governo deve se pautar pelo profissionalismo e se guiar por uma gestão pública democrática e responsável, que planeje a cidade para o futuro, com ações necessárias no presente. Serão quatro anos de governo que devem ser muito bem planejados rumo ao desenvolvimento econômico e social de Votorantim.

A nova prefeita tem a responsabilidade de semear um espírito democrático de diálogo com todos os segmentos da sociedade, de modo a reunir forças para o município superar esse momento de crise provocado pela pandemia. Neste atual cenário histórico, cabe à prefeita eleita liderar um movimento de união entre partidos políticos, empresários, ONGs e segmentos sindicais e assistenciais da sociedade local, da mesma forma que dar voz a outros grupos sociais tão marginalizados e sufocados ao longo dos anos, como LGBTQ+, feministas, 

CUFA, Movimentos de Consciência Negra entre outros, visando a superação das dificuldades e na busca de soluções criativas que possam alavancar o desenvolvimento do município.

Que a prefeita esteja alinhada com seu vice-prefeito, Rodrigo Kriguer, pois desavenças entre prefeito e vice não serão mais toleradas. Espera-se que Rodrigo Kriguer atue além do que o seu cargo pede, que apenas ficar na expectativa.

A Prefeitura também deve estar aberta às críticas e oposição de ideias, pois são responsáveis em proporcionar o debate democrático necessário a corrigir rumos na busca de melhorar a gestão pública do município. Neste contexto, a imprensa desempenha papel fundamental na transparência da gestão, servindo a população das informações mais preciosas e necessárias à formação de um cidadão crítico e conhecedor de seus direitos e deveres. Por isso, o respeito aos veículos de comunicação jornalísticas é fundamental para uma gestão democrática, capaz de recepcionar as críticas e elogios necessários à reflexão do planejamento de Votorantim.

A nova prefeita eleita de Votorantim, Sra. Fabíola Alves, terá em sua frente um grande desafio que exigirá a liderança nunca vista no município, a fim de superar todas as adversidades vivenciadas no presente. Por isso, não há mais espaços para garantir nichos que abriguem privilégios a quaisquer grupos ou pessoas. O sucesso de uma gestão depende da vontade da líder de seu governo, mas também de todos aqueles que votaram ou não nessa nova gestão.

Afinal, a partir do dia 1° de janeiro de 2021, Fabíola Alves será a prefeita de todos os votorantinenses.

 

 

Coluna publicada na página 08 da edição 391 da Gazeta de Votorantim de 20 a 27 de novembro de 2020



 










Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.