Anterior

Escola de Música de Votorantim “Maestro Nilson Lombardi” voltou às aulas

19/01/2021

Anterior

Próxima

Sorocaba recebe as vacinas contra a Covid-19

19/01/2021

Próxima
19/01/2021 - 21:38
Boca conquista 70º título nacional e segue como maior campeão argentino

Time venceu Copa Diego Armando Maradona em jogo suado com Banfield que terminou nos pênaltis
 Foto: Boca Juniors/ Divulgação 

 

.

.

 

Com a vitória nos pênaltis (5 a 3) sobre o Banfield, depois de empate em 1 a 1 no tempo normal, o Boca Juniors levantou o troféu da Copa Diego Armando Maradona e se confirmou como o clube com mais títulos oficiais da Argentina. Agora tem 70, quatro a mais que o River e 24 acima do Independiente -- terceiro colocado da lista.

O Boca tem 48 títulos nacionais e 22 internacionais. Depois vem o River, com 66 títulos (48 nacionais e 18 internacionais). Em seguida estão o Independiente (25 nacionais e 20 internacionais) e o Racing (31 nacionais e seis internacionais).

Das setenta estrelas do Boca, 14 são copas nacionais, como a Copa da Argentina ou a Copa Maradona. Dessa forma, os xeneizes superaram o Racing (13) e se tornaram a equipe com mais copas conquistadas do futebol argentino, segundo levantamento do site Olé e reproduzido no jornal Esportes.

A partida contra o Banfield foi a 24ª final do Boca em copas argentinas, o que fez o time igualar o River como o clube com mais títulos locais, contando o período de amadorismo até a profissionalização: ambos têm 48.

Das 23 finais que havia disputado, o Boca ganhou 14. O clube disputou nove decisões de torneios nacionais quando ainda era amador, e ficou com o título em seis delas. Depois, quando já era um time profissional, venceu outros oito troféus em 16 disputas. O maior freguês nas finais foi o Rosario Central, a quem já venceu em seis decisões, mas o Racing é a equipe que mais fez o Boca perder: duas vezes.

 

Crise pós-eliminação

Apesar do título, o clima no Boca Juniors não é dos melhores: nos dias seguintes à eliminação para o Santos, na Copa Libertadores da América, os torcedores encontraram em um vídeo que rodou a Internet o motivo para criticar os jogadores.

Nas imagens, o time aparece todo andando em campo enquanto os atletas do Peixe trocam passes correndo -- sugerido falta de vontade dos xeneizes.

Quem saiu em defesa do plantel foi o zagueiro Carlos Izquierdoz. "Depois vamos pedir à equipe técnica que passe à imprensa os dados sobre o quanto corremos naquele dia, e aí vamos ver se a gente correu ou não", disse. "Ficamos com uma dívida. Tínhamos que dar a volta por cima rapidamente", completou ele, se referindo ao título nacional.










Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.